Siga-nos

Especial

“O ponto principal foi nunca ter perdido a esperança”, diz prozin após virada da Sharks

Sharks aplica uma virada na série contra a FURIA e carimba o passaporte para o Masters Reykjavík

REDZero/Agência X5

“O ponto principal foi nunca ter perdido a esperança”, diz prozin após virada da Sharks

Em coletiva de imprensa após a vitória contra a FURIA na VALORANT Challengers Brasil Finals (VCB Finals), Wallacy “prozin” Sales da Sharks Esports comentou sobre a virada na série que garantiu a vaga no Masters Reykjavík.

De início, prozin falou como o time se preparou após a derrota para a Team Vikings na final da chave superior, além de como o time começou a se preparar para esse série contra a FURIA que valia a vaga na Masters.

“Era um jogo muito difícil contra a VKS, a gente sabia que ia ser um jogo difícil, algumas táticas e leituras não encaixaram, a leitura da VKS é muito surpreendente, o Sacy e o Saadhack mandam muito em leitura de jogo. Depois que a gente perdeu, a gente esfriou a cabeça, de noite a gente se reuniu no TS e conversou qual seria o plano para o dia seguinte. Nunca abaixamos a cabeça, nunca perdemos a fé e com certeza foi uma das coisas mais importantes que fez a gente levar essa vitória hoje.”

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

RECUPERAÇÃO NA ICEBOX

O jogador também comentou como foi a recuperação da Sharks na Icebox, pois o time começou levando oito pontos em sequência, mas conseguiu recuperar e voltar para vencer a série.

“A gente sempre estava tentando achar uma solução para segurar aquele spike site A, que é muito difícil, e a gente não estava encontrando de jeito nenhum. A gente deu pause, na hora do pause a gente falou: ‘ o gaabxx, vamos botar a mira junto, vamos abrir mira e trocar tiro’ e foi aí que a gente começou a acordar. Eu principalmente, porque eu estava em último no meu time, olhei meu frag e preciso acordar agora ou nunca ou eles vão conseguir fazer os 10 e vai ficar muito difícil no TR.”

prozin ainda ressalta que vencendo nessas trocas de tiro, o time conseguiu ganhar ainda mais confiança, além de todos não terem perdido a esperança mesmo com um saldo inicial na desvantagem.

“Encontramos um plano, não podemos ter medo de trocar tiro, no spike site A não pode ter medo de trocar tiro e foi dali que partiu a confiança. A gente comunicou para abrir mira junto, com confiança conseguimos manter para nossa vitória. O ponto principal foi nunca ter perdido a esperança.”

DERRUBANDO O FAVORITISMO

A Sharks é a equipe que derrubou as outras duas favoritas do torneio, FURIA e Gamelanders, e o jogador comentou como é lidar contra o favoritismo da torcida, principalmente colocando as fichas na confiança do time em si.

“O pensamento do nosso time é acreditar simplesmente na gente – eu prefiro não ter o favoritismo nunca. É muito bom a confiança do time, acho que ajudou muito e sempre ajudou nisso. Eu não ligo muito para pessoas que falam algo menosprezando e nada do tipo, acho que é só mostrar que estamos sempre ali e sempre fortes.”

IMPORTÂNCIA DA ORG

A atual lineup da Sharks era composta pela tag Squad5, um time que se destacou no primeiro trimestre de 2021 e manteve uma crescente até essa conquista da vaga no Masters. prozin falou um pouco sobre como a organização e estrutura ajudou no desenvolvimento do time.

“Acho que mudou muito a gente ter o suporte da organização até por ser a Sharks, que tem muito nome. E a gente achou algo incrível receber essa proposta na Squad5, porque a gente sempre precisa de suporte e a Sharks está de parabéns por estar sempre dando suporte para nós.”

O QUE ESPERAR NA FINAL

Mesmo com a vaga garantida no Masters, a Sharks disputará contra a Vikings pelo seed #1 e o título do VCB Finals. prozin falou que o time dá preferência para esse seed e também favoritismo para o primeiro evento internacional do VALORANT.

“Com certeza a gente dá uma preferência muito grande para sair em primeiro, a questão de premiação também, e provavelmente acho que [enfrentando] o favoritismo ganha algo a mais. Se a gente vencer amanhã vai ser muito bom, vamos mudar algumas estratégias nossas, ter uma leitura melhor e ir pra game.”

EXPECTATIVAS PARA O MASTERS

Por fim, o prozin falou das expectativas para o Masters, já que vão enfrentar outras melhores equipes das regiões ao redor do mundo.

“Creio que vai ser um grande espetáculo, com certeza. É muito nome, eu já assisti o jogos deles, na Europa tem muita bala e o TenZ tem muita bala também no NA. A gente tem uns 10 dias para treinar até lá, mais ou menos, e vamos dar o nosso máximo para tentar ganhar no coletivo, no treino para mira encaixar e vamos para cima.”

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Especial