Siga-nos

Noticias

Resumo: Em virada heroica, Sharks bate FURIA e está no Masters da Islândia

Final será amanha entre Tubarões e Vikings

Rafael Veiga/DRAFT5

Resumo: Em virada heroica, Sharks bate FURIA e está no Masters da Islândia

O penúltimo dia das finais do VALORANT Challengers Brasil (VCB) terminou neste sábado (8) e definiu a Sharks como a segunda representante brasileira no VALORANT Masters da Islândia após vitória sobre a FURIA no último confronto da repescagem. Um pouco mais cedo os Panteras haviam vencido a Havan Liberty.

+ “O time provou que é um time competitivo”, afirma Palestra após derrota contra FURIA
+ Estamos bastante tristes e decepcionados com nós mesmos”, diz Katraka após eliminação nas finais do VCB – Etapa 2
+ “Já perdi muitas vezes nesses 10 anos, mas nenhuma delas dói tanto como essas de agora”, afirma Nyang após eliminação no VCB Finals

Entretanto, o VCB Finals ainda não está finalizado. Sharks e Team Vikings voltam a se encontrar nesse domingo (9) para definir o campeão e o melhor time da região. A partida acontecerá em MD5 e está prevista para começar às 17h, horário de Brasília.

FURIA SUPERA HAVAN LIBERTY PELA FINAL DA REPESCAGEM

A primeira partida do dia foi pela semifinal da tabela de repescagem entre FURIA e Havan Liberty. A série MD3 iniciou na Icebox, escolha da Havan, que começou melhor o cenário ao converter o round pistol e abrir 3 a 1 no placar.

Contudo, o lado ofensivo da FURIA entrou na partida e passou por cima no restante da primeira metade. Com 9 a 3 no placar, os panteras só precisou troar pontos no segundo tempo para vencer por 13 a 7. Além de qck e xand, que dividiram a liderança de eliminações no mapa, khalil merece os devidos destaques, principalmente por brilhar nas situações de clutch.

Com a vantagem na série garantida, a FURIA foi para o seu mapa de escolha cheio de confiança e atropelou a HL pelo placar de 13 a 4. Assim como é tradicional nesse palco, os panteras foram bastante agressivos, tanto no lado defensivo quanto no ofensivo, para ter o controle absoluto do adversário e dominar a partida.

TUBARÕES SUPERANDO AS PATNERAS

FURIA e Sharks decidiram a repescagem, com o primeiro duelo acontecendo na Bind. Os Tubarões começaram vencendo os primeiros rounds, mas os Panteras logo viraram o placar e tomaram as rédeas das partidas, conseguindo assim fechar a metade inicial vencendo por 7 a 5.

O domínio da FURIA aumentou com a equipe indo para o lado de defesa. O ataque da Sharks não funciou e, com uma sequência de seis pontos, os Panteras fecharam o mapa vencendo por 13 a 5.

As equipes seguiram para se enfrentar na Ascent, mapa no qual a Sharks foi pra cima da FURIA já nos rounds iniciais. Com uma defesa encaixada e segurando os spike sites de forma, quase, que perfeita, os Tubarões fecharam a metade inicial vencendo por 10 a 2.

A FURIA até venceu o pistol no lado de defesa, mas não teve força para parar a Sharks, que fechou o jogo em 13 a 3 marcando os três pontos que precisava atacando.

Tudo foi decidido na Icebox. A FURIA começou o mapa atacando e não dando chance para a defesa da Sharks, conseguindo assim incríveis oito pontos em sequência. Mas a Sharks não se entregou e marcou os últimos pontos da metade inicial, perdendo assim por 8 a 4.

Indo para o ataque os Tubarões marcaram outros dois pontos até os Panteras quebrarem tal sequência. Uma quebra momentânea porque logo na sequência a Sharks marcou mais pontos e até chegou a virar. A FURIA correu atrás, o que deixou o último mapa bastante equilibrado. Melhor para fra e companhia, que fecharam a partida em 13 a 10.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias