Siga-nos
txddy1

Especial

“Eu prefiro que fosse agora do que na final, para sermos mais forte no próximo jogo” diz Nozwerr sobre derrota da FURIA

Argentino analisou o revés sofrido pelo time contra Vikings

Divulgação/FURIA

“Eu prefiro que fosse agora do que na final, para sermos mais forte no próximo jogo” diz Nozwerr sobre derrota da FURIA

Em coletiva de imprensa após a derrota para Team Vikings no VALORANT Challengers Brasil Finals (VCB Finals) na quinta-feira (6), Agustin “Nozwerr” Ibarra da FURIA falou sobre a série e os próximos passos em busca da vaga no VALORANT Masters.

De início, Nozwerr comenta que essa partida foi muito atípica que de costume, pois o time estava um pouco nervoso e que o objetivo é trazer a FURIA de sempre, que traz bons desempenhos.

“Eu acho que foi um jogo acima dos nervos por conta da adrenalina do jogo e que foi isso. Agora temos que mudar isso para o próximo jogo e mostrar nossa verdadeira cara, como a gente realmente joga, porque acho que a gente jogou de um jeito que não costuma jogar.”

Além disso, ele comentou um pouco sobre a Ascent, que era um mapa que a FURIA estava invicta e acabou perdendo a invencibilidade em um 13 a 2.

“Acho que a gente teve um problema no jogo na Ascent e não conseguimos arrumar isso, perdemos round onde aceleramos muito as jogadas e algumas outras coisas que aconteceram.”

MUDANÇAS PARA PRÓXIMAS PARTIDAS

Nozwerr também comenta sobre as mudanças para as próximas partidas, já que essa última semana da VCB Finals será corrida. O jogador ainda destaca que é melhor sofrer uma derrota impactante assim agora que na final, pois ainda dá tempo de corrigir os erros.

“Vamos olhar nosso jogo, obviamente, marcar os pontos onde a gente foi fraco contra a VKS para forçar eles [os pontos fracos] contra as outras equipes. Acho que a gente não chegou perto do nível que temos, foi total mérito da VKS nisso, e a gente tem que arrumar isso nos próximos confrontos. Foi o primeiro espanco forte e qualquer espanco é bom pois é como um balde de água fria, eu prefiro que fosse agora do que na final, caso a gente ganhe, para ser mais forte no próximo jogo.”

VARIEDADE DE AGENTES

Por fim, Nozwerr falou que a troca de agentes, assim como Alexandre “xand” Zizi fez, são feitas com base nos estudos realizados antes da partida, junto com todo o planejamento para a série.

“A gente muda muito os agentes de acordo com as outras equipes, olhamos como é o jogo do outro e vemos quais ficam mais confortáveis para jogar contra a outra equipe. Pode ser que aconteça alguma mudança, a gente vê como a outra equipe joga e abre uma exceção para mudar a estratégia, mudar os bonecos, mudar o jeito de jogar um pouco.”

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Especial