Siga-nos

Noticias

Dono de equipe brasileira de VALORANT é acusado de assediar jogadora em período de teste

Mais um caso que mostra que o ambiente de VALORANT não é nada saudável para as mulheres

Arte por VALORANT Zone

Dono de equipe brasileira de VALORANT é acusado de assediar jogadora em período de teste

O ambiente nada saudável para as mulheres em VALORANT voltou a ser discutido nesta quarta-feira (8) após o capitão da Lazio E-Sports, André “andre1TV” Goulart, acusar publicamente o dono da organização, Matheus Romeu, de assediar a uma jogadora que estava sendo testada para entrar na equipe.

A jogadora em questão é Isabelle “isaB” Leal, que é bastante conhecida no cenário nacional por ter competido no Counter-Strike: Global Offensive. Ao VALORANT Zone, a atleta confirmou todo o relato feito por andre1TV.

De acordo com a jogadora, tudo começou após o executivo solicitar o telefone dela a André com o intuito dele dar um feedback sobre o desempenho no teste.

IsaB competindo na época de CS:GO | Foto: Divulgação / Cyberwolf

“Ele perguntou sobre minha disponibilidade de horário e eu expliquei a minha situação. Depois disso ele começou a falar sobre a vida pessoal dele, das várias formações e carros que possuía. Mas em nenhum momento eu perguntei e eu respondia a ele com educação“, explica.

IsaB afirma que, antes do executivo começar a elogiar a aparência dela com as palavras “linda” e “gostosa“, o dono da organização disse que também treinava uma equipe feminina e que as integrantes dessa ficavam “dando ideia nele, dando mole“.

Uma hora ele perguntou o que eu tava fazendo e eu respondi que estava jogando VALORANT. Ele respondeu mandando eu sair do jogo e falando ‘gostosinho é fazer outra coisa’ porque eu tinha falado que jogar de Sage era ‘gostosinho’. Até entao ele nao tinha passado do limite“, aponta.

Segundo a atleta, “foi aí que deu o gancho dele me chamar de gostosa, de linda e eu respondi que eu não era e que não era para ele falar desse jeito comigo, mas ele continuou. Eu repetia que eu não era e que não era para ele falar dessa forma, para ver se ele se tocava. Só que ele continuou e foi no meu Instagram, printou várias fotos minhas e me mandou me chamando de gostosa. Eu respondi dizendo que não me acho gostosa e que eu não queria que ele me chamasse dessa forma porque é pejorativo e eu não me sinto confortável“.

Depois disso ele deu risada e disse que estava brincando. Em todo momento eu fui super educada porque era complicado. Eu estava fazendo teste pro time dele e ele seria meu coach. Ele pediu desculpa e ficou por isso mesmo. Depois disso tentou puxar outros assuntos“, completa.

IsaB conta que logo após foi contar a andre1TV o ocorrido e que ele repassou o episódio aos demais jogadores, que decidiram deixar a organização.

O RELATO

No relato, andre1TV conta que ele e os companheiros convocaram isaB para realizar um teste com a Lazio. Betão acompanhou o treino por também ser coach do time. Com o fim do treinamento, o dono da organização passou a enviar mensagens para a atleta, consideradas invasivas.

Em uma das mensagens enviadas à isaB, o dono da Lazio diz que “uma palavra que te define: gostosa. Essa foi boa, tem que assumir“. Respondendo a jogadora, o executivo continua dizendo que “falei que te acho bonita, que te acho com corpo bonito e você está reclamando“.

Em um momento, o dono da organização fala para isaB que “gostosinho é outra coisa de fazer. Não sei como você consegue sentir prazer em jogar. Tanta coisa para sentir prazer e você sente prazer jogando. Parece os guri falando. Gostoso é fazer….você sabe o que é. Jogar pode ser legal, mas não é gostoso“.

RESPOSTA

O VALORANT Zone procurou Matheus Romeu para comentar sobre o assunto, contudo não conseguiu contactar o executivo. Ele apagou o próprio perfil e o da Lazio E-Sports no Instagram.

Contudo, antes de sair da rede social o executivo fez uma publicação questionando as acusações de andre1TV. O dono da Lazio afirmou que o jogador fez isso apenas para “ganhar mídia“.

Ele também negou que houve assédio por parte dele: “Até onde eu sei, eu não sabia que reciprocidade era sexo. Que ser reciproco era assediar alguém”. Reciprocidade esta que, de acordo com isaB nunca aconteceu porque o contato entre ambos foi só no âmbito profissional.

Por fim, ele afirmou que é inocente das acusações e tem todas as provas disponíveis.

Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias