Siga-nos

Noticias

Presença de atletas e clubes em VALORANT mostra aceitação ao FPS, diz diretor da Riot

Executivo falou sobre como Riot está vendo crescimento do FPS

Divulgação / Riot Games

Presença de atletas e clubes em VALORANT mostra aceitação ao FPS, diz diretor da Riot

O fato de grandes organizações de esports e nomes consagrados de outras modalidades já estarem presentes em VALORANT mostra à Riot Games que o FPS está sendo aceito por todos. Foi o que expressou o diretor de esports da desenvolvedora, Whalen Rozelle, em entrevista ao The Loadout.

Tem sido impressionante. Sabendo o quanto de cuidado foi colocado em cada peça de VALORANT, é uma incrível validação e motivação para trabalharmos ainda mais a fim de oferecer [o melhor] aos nossos jogadores“, afirmou o executivo ao ser questionado como se sente ao ver a recepção da comunidade ao FPS.

Diversas organizações já anunciaram equipes e estão presentes em VALORANT, como Ninjas in Pyjamas e Begrip. Em proporção parecida, jogadores de várias modalidades já migraram ou vão “se mudar” para o FPS da Riot quando ele for lançado. Movimentações estas que estão fazendo o competitivo do jogo ganhar form, mesmo o título ainda em fase beta.

De acordo com Rozelle, o desejo da Riot quanto ao competitivo de VALORANT é que o jogo se torne uma das principais modalidades de esports e tenha os principais atletas: “Isso significa que nossa comunidade precisa ser inclusiva para os mais diversos tipos de jogadores e fãs que querem se jogar na ação“.

O diretor de esports aponta que, “no momento, VALORANT precisa plantar raízes e construir uma identidade própria como esport” e “um ecossistema com um robusto sistema de torneios feitos por terceiros fornecerá muitas oportunidades para que os jogadores aprimorem suas habilidades e adquiram experiência em competições

Rozelle revelou que também é vontade da Riot Games que VALORANT, como esport, “seja o mais acessível possível e isso significa que também seja o mais abrangente possível“. Foi por conta disso que a desenvolvedora decidiu que os sangues dos agentes não apareçam durante as transmissões dos torneios.

Ao desligarmos o sangue, permitimos que mais patrocinadores e até mesmo fãs em potencial ingressem em nosso ecossistema, dando assim mais acessibilidade e estabilidade a todos. Antes do lançamento da versão beta, nos encontramos com mais de 100 organizações que, no geral, ecoaram esse sentimento“, revelou.

O competitivo de VALORNAT, para quem não se lembra, vai começar como circuito aberto com três tipos de campeonatos, sendo estes organizados pela própria comunidade e empresas parceiras à Riot.

VALORANT vem sendo testado na América do Norte, Comunidade dos Estados Independentes (CEI), Europa e Turquia desde 7 de abril. A fase beta chegará ao Brasil em 5 de maio. Se você ainda não sabe como pode ter acesso ao período de testes, aprenda com o Guia produzido pelo VALORANT Zone.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias