Siga-nos

Especial

“Podem ter boas expectativas sobre nós”, comenta Less sobre Masters Copenhagen 2022

Jogador avaliou a própria evolução da 1ª para a 2ª etapa do VCB 2022

A LOUD se consagrou bicampeã do VALORANT Challengers Brasil 2022 (VCB) após vencer os Ninjas in Pyjamas por 3 a 0. Depois do jogo, os jogadores Felipe “Less” Basso e Walney “Jonn” Reis conversaram com os jornalistas.

Campeã invicta mais uma vez do VCB, a LOUD carimbou a passagem para Dinamarca e irá disputar o Masters Copenhagen 2022. Less comentou, na sua opinião, qual será a maior diferença entre a LOUD da 1ª edição para a 2ª.

“Acredito que a principal diferença do nosso time do 1º pro 2ª internacional é a experiência que eu e aspas não tínhamos lá fora. Taticamente ainda não sei porque o meta muda, o patch, muda totalmente os agentes então não sabemos se estamos a frente ou atrás, mas estamos buscando ao máximo não chegar atrasados como foi na outra vez. Chegamos atrasados no meta e tivemos que buscar muito nos dias de treino, mas agora estamos indo mais preparados, podem ter boas expectativas sobre nós, mas não sabemos o que vai dar no futuro.”

Na 1ª etapa, Less foi bastante impactante para a LOUD, mas para essa edição, o jogador assumiu o Chamber e trouxe um novo estilo de jogo próprio, mostrou maturidade e teve um split brilhante. Sobre a evolução individual, o jogador apontou que estudou muito o jogo para essa etapa.

“Minha principal evolução foi que quanto mais tempo passa nesse time, menos eu dependo do Sacy e do Saadhak para tomar decisões individuais, coletivas e até sobre meu próprio agente. Quanto mais eu estudo, querendo ou não, Sacy não joga de Chamber então eu sei mais de (Chamber) do que ele então quanto mais eu aprendo, menos eles ficam ’em cima de mim’.”

Bruno Alvares/Riot Games

A LOUD segue invicta no Brasil, desde o “pANcada e amigos”, o quinteto não perdeu nenhum jogo, seja MD3 ou MD5. Sobre a invencibilidade, Less comentou sobre a falsa sensação da equipe ser imbatível em solo nacional.

“Acredito que sim pode dar essa falsa impressão, mas eu acho que isso é muito conserto pelos treinos, não somos invencíveis nos treinos. Acredito que falsas sensações de derrota também ajudam, igual quando quase perdemos pra Gamelanders de 17 a 15, mas nunca pensamos que vamos perder um mapa, sempre pensamos: está tudo bem, vamos buscar o próximo mapa.”

O NIP veio de uma grande maratona de jogos na chave superior. Questionado se o cansaço mental afetou o time contra a LOUD, já que disputaram todos os mapas da MD5 contra a Vivo Keyd no sábado (26), Jonn negou.

“Eu acredito que ontem foi realmente desgastante, mas não acredito que influenciou no resultado de hoje, nós estávamos preparados. Realmente, tem um fator tático, mas acho que a LOUD já tinha estudado a gente no 3 a 0. Pode ser que a gente esteja desgastado, mas não foi o motivo da nossa derrota.”

Bruno Alvares/Riot Games

Apesar da derrota, os ninjas agora irão viajar para a Argentina e disputar a 2ª vaga para a América do Sul contra o 2º melhor time do LATAM, que ainda será definido. Sem descanso, Jonn falou sobre a maratona de jogos que o time vêm enfrentando.

“Acredito que é desgastante sim, mas desgasta o físico porque tem viagens e tudo mais. Obviamente exige muito da gente mentalmente, se bem que é na Argentina, acho que vai ser mais tranquilo, a questão da gente descansar. Mas é desgastante sim, não vou mentir. Estamos tendo uma maratona de jogos e treinos, estamos 2 meses direto, tiramos uma semana de descanso, mas eu acho que não vai impactar porque no fim o que conta é a nossa vontade de vencer.”

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club

Veja mais