Siga-nos




Noticias

fRod após LOCK//IN:“Entrei no torneio pensando ser top 4 ou top 8, no mínimo”

Tuyz também falou sobre mudança de duelista para controlador

A LOUD foi vice-campeã do VCT LOCK//IN, campeonato de abertura do ano de 2023 da Liga das Franquias de VALORANT. Os jogadores da equipe participaram do Primeiro Ato, e Daniel “fRod” Montaner, coach do time, explicou como o time se preparou para o campeonato.

Após sofrerem a derrota contra a FNATIC, os jogadores foram ao podcast do Primeiro Ato e falaram sobre as principais dificuldades durante o campeonato. Além disso, o coach disse esperar chegar pelo menos no Top 4, principalmente pela dedicação dos jogadores.

“Quando entrei no time vi que todas as pessoas eram muito especiais e sabia que em algum momento ou outro vamos ganhar. Entrei no torneio pensando em Top 4, top 8 no mínimo porque vejo o trabalho que estamos fazendo. O bootcamp era muito forte, passávamos 12/14 horas por dia jogando”.

Os novos integrantes da LOUD, Arthur “tuyz” Vieira e Cauã “cauanzin” Pereira ganharam grandes elogios da comunidade brasileira pela estreia no campeonato. Tuyz, que jogou anteriormente na TBK Esports como duelista, foi uma das contratações da organização, ele disse como foi a transição de função para controlador.

“Sinceramente acho que controlador é uma função que encaixa muito comigo. Acho que é uma função que encaixa bastante comigo. Me entreguei para ser controlador, trabalhei muito e acho que encaixei muito bem”.

Composição da LOUD no LOCK//IN

Durante todo o campeonato, a LOUD trouxe uma base de duas composições em praticamente todos os mapas. A título de curiosidade, o único mapa que o time não jogou foi a Haven, que se tornou o principal banimento. Muitas pessoas da comunidade criticou a escalação com a presença de dois duelistas.

“Os brasileiros jogam muito agressivos, então colocar bonecos que são muito passivos não funciona. Acho que dois duelistas ajuda mais o time em como trabalhamos. Por exemplo, no NA, muitos times usam a Skye como duelista e pensam: ‘Estamos jogam com dois meio duelistas’. Isso serviu pro Cauã ter mais poder e não ter a mentalidade de Sova que está sempre atrás com o controlador”, disse o coach da LOUD.

Cauanzin não chegou a jogar nenhum mapa com Sova, e fRod disse que essa decisão foi exatamente para o jogador ter uma liberdade maior para buscar trades além do suporte para Aspas e Saadhak, que estavam como duelistas.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Anúncio

Veja mais