Siga-nos

Noticias

Competitivo iniciará em circuito aberto e com sangue dos agentes desabilitado

Serão três níveis de torneio

Reprodução / VALORANT

Competitivo iniciará em circuito aberto e com sangue dos agentes desabilitado

O início do competitivo de VALORANT está definido, com o novo FPS não sendo influenciado pelo “irmão” League of Legends. Foi o que garantiu a Riot Games, a responsável pelos dois títulos, ao dar os primeiros detalhes do ecossistema de competições do jogo, que seguirá o modelo de circuito aberto.

A própria comunidade e empresas que organizam torneios, estas em parceria com a Riot Games, poderão promover competições de VALORANT, seguindo diretrizes estipuladas pela desenvolvedora. Os portes dos campeonatos foram divididos em três níveis: pequeno, médio e o major.

Os campeonatos de pequeno porte serão organizados pela comunidades. Eles não vão precisar da aprovação da Riot, terão que ser disputados localmente e possuir premiação inferior a $10 mil dólares caso seja pago em dinheiro. Do contrário os prêmios poderão ser de $12 mil dólares.

À frente das competições de médio porte estarão as marcas, organizações de esportes eletrônicos e influenciadores. Esses torneios vão precisar do aval da Riot, com eles possuindo premiação total abaixo de $50 mil dólares – ou o equivalente da região – e não comprometendo o ecossistema global da modalidade. 

Já os majors serão de responsabilidade dos organizadores de torneios. Por integrarem o circuito competitivo da modalidade, esses campeonatos serão realizados em parceria com a Riot Games, que poderá auxiliar na premiação não limitada.

SEM O SANGUE DOS AGENTES

Diretrizes foram estipuladas para os interessados em promover competições de VALORANT. Uma delas, a que chamou mais atenção da comunidade, é a que estipula que o sangue dos agentes não será visto nos torneios de médio porte e majors.

Ao site Bloomberg, a desenvolvedora explicou que “desligando o sangue vamos permitir que mais patrocinadores e interessados entre no nosso ecossistema, com eles, eventualmente, dando mais acessibilidade e estabilidade para todos”.

Para saber mais sobre as diretrizes feitas pela Riot Games, veja o documento em inglês clicando aqui.

Diferentemente dos Estados Unidos e outras regiões, o Brasil não foi escolhido para o primeiro grupo de testes, embora a empresa tenha assegurado que o país participará da fase beta. A previsão é que ela no dia 5 de maio.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias