Siga-nos

Noticias

Apesar de presencial, Last Chance americano está sendo jogado online; jogadores reclamam

Jogadores reclamaram através das redes sociais sobre a situação dos servidores

O Last Chance da América do Norte começou nessa terça-feira (12) e, apesar de ter sido anunciado como um evento presencial no estúdio da Riot Games em Los Angeles, Estados Unidos, as partidas não estão sendo jogadas em um servidor LAN, mas sim pela internet, o que vem sendo alvo de crítica dos participantes.

Um dos casos que chamou atenção do público e bastante criticado aconteceu no duelo Luminosity e XSET, no qual o jogador da LG, Alex “aproto” Protopapas tinha condições de ganhar a rodada mas sofreu com lag no fim do round. A Riot soltou um comunicado falando sobre os problemas que aconteceram no primeiro dia de torneio.

“Desde que começamos a planejar o NA LCQ no início deste ano, nossa meta era realizar um evento em LAN. Dados os rígidos protocolos da COVID-19 para eventos presenciais, sentimos que era do interesse de todos mudar para um servidor remoto, caso algum jogador precisasse ser colocado em quarentena. Isso permitiria que as equipes continuassem a competir e não trouxessem um substituto ou fossem forçadas a desistir. Reconhecemos que o servidor virtual não é o mesmo que jogar na LAN, no entanto, estamos trabalhando diligentemente para melhorar a experiência do servidor remoto durante a competição”, comunicou a Riot.

Apesar do comunicado, a Riot não garante que os problemas irão afetar os próximos dias de competição. Os jogadores da 100 Thieves, Rise, Luminosity e outros reclamaram sobre a situação através das redes sociais.

Afetado pelo lag em um round decisivio, aproto comentou que, “Aquela queda no 1v2 vai me assombrar pelo resto do torneio. Não estou dizendo que eu teria ganhado, mas é horrível não saber“.

Os jogadores da 100T também reclamaram publicamente, Spencer “Hiko” Martin e Ethan “ethan” Arnold falaram sobre a situação. “Estamos jogando esta LAN em servidores online e é estranho não estar em servidores LAN com 0 ping”, comentou Hiko. Já Ethan protestou em relação aos servidores. “Jogar LAN usando servidores online. Nunca vi isso na minha vida. Nossa equipe estava travando e gaguejando durante todo o jogo em um servidor. Coisas do primeiro dia”.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club

Veja mais

Anúncio