Siga-nos
Faith

Especial

“Vamos ver se ela vai ser viável”, revela faithz0r sobre o uso da Astra pela Vikings

Treinador comentou sobre possível uso da personagem e também sobre como é ser o centro das atenções do cenário

Bruno Alvares / Riot Games

“Vamos ver se ela vai ser viável”, revela faithz0r sobre o uso da Astra pela Vikings

Neste sábado teve início a primeira fase válida pela segunda etapa do VALORANT Challengers Brasil (VCB). A atual campeã do VALORANT Masters, Team Vikings (VKS) enfrentou a FreeAgents e venceu por 13 a 6. Na coletiva pós-vitória, nesse sábado (27), o treinador Anderson “faithz0r” Yabusaki comentou sobre o calendário corrido e os impactos da Astra no competitivo.

O treinador comentou sobre a dificuldade de mudar o estilo de jogo em tão pouco tempo, algo que pode favorecer outras equipes já que existe muito material da Vikings para ser estudado com tantas partidas sendo transmitidas:

“A gente não teve tempo para mudar. Iríamos usar as próximas semanas para começar a mudar nosso repertório, mas não fugimos muito do que estávamos fazendo no Masters. No geral, correu tudo bem dentro do que a gente vinha fazendo nós acabamos não mudando muito”.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Nesta etapa do Challengers, o uso da nova agente passou a ser permitido. Para faithz0r, a personagem tem características únicas e pode ser utilizada por qualquer equipe. O treinador revelou ainda que o potencial da Astra será analisado pela Vikings: “A gente vai conversar sobre as composições para ver se ela (Astra) vai ser viável para nosso plano de jogo ou não”.

“Eu acredito que em termo competitivo, ela vai entrar para alguns times e outros não. Talvez ela não encaixe muito com alguns estilos de jogo, mas acredito que vamos ver bastante a Astra nesse campeonato”.

Além do confronto protagonizado pela Team Vikings, também aconteceram outros três duelos neste sábado. Curiosamente em todos eles o mapa escolhido para a disputa da MD1 foi Icebox, que até então era pouco utilizada em partidas com alta importância por diversos times. O treinador vê isso como uma evolução do cenário nacional de VALORANT.

“Acho que muitos times vêm treinando e isso vai ocasionar que todos os mapas vão ser viáveis para todos os times. A gente ver quatro MD1 com o mapa de Icebox, dá para ver que os times estão treinando e queira ou não queira, estão confiantes. Isso é bom para o cenário como um todo porque todo mundo vai evoluindo”, finalizou.

O próximo confronto da Team Vikings acontece no próximo sábado (3), contra a Vorax, que se classificou após derrotar a SLICK por 14 a 12 na primeira partida. Veja todos os confrontos, datas e horários na cobertura do VALORANT Zone clicando aqui.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Especial