Siga-nos

Especial

“Tudo isso que aconteceu deu uma desgastada, mas não acho que foi o motivo da gente ter perdido hoje”, afirma mwzera

Brasileiro falou sobre punição da Vivo Keyd, planos para 2022 e mais

O sexto dia de competição acabou nesta segunda-feira (6) com a derrota amarga da Vivo Keyd para a X10 CRIT e triunfos da Acend e KRÜ. A coletiva de imprensa contou com a presença dos atletas Leonardo “mwzera” Serrati, Vladyslav “Kiles” Shvets da Acend, Jaccob “yay” Whiteaker da Envy e Itthirit “foxz” Ngamsaard da X10CRIT.

A Vivo Keyd foi eliminada pela X10CRIT após perder pro 2 a 0. O mwzera, que está emprestado, falou sobre o desempenho do Brasil no mundial. “Acho que depois desse Champions o pessoal de fora vai começar a olhar um pouco mais para a nossa região, mais do que o normal. A gente conseguiu mostrar o nosso verdadeiro jogo, apesar de nós e da FURIA ter saído antes doa playoffs, a gente mostrou que consegue e vai melhorar.”

O jogador negou que o fator psicológico dos acontecimentos anteriores que envolveram VK e Acend teriam afetado o time. “Tudo isso que aconteceu deu uma desgastada sim, mas não acho que foi o motivo da gente ter perdido hoje. Acredito que o time da X10 entrou mais ligada, entrou com um ritmo melhor, impôs o jogo e acabou que a gente perdeu.”

Questionado sobre a punição que a Vivo Keyd recebeu no mapa Breeze contra a Acend, mwzera afirmou que os jogadores sentiram um pouco a penalidade. “Mas vamos relevar, não tem porque ficar se remoendo com isso. A decisão foi tomada não tem muito o que fazer e bola pra frente, vamos para o próximo campeonato.”

Michal Konkol/Riot Games

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Após a derrota, o jogador Murillo “murizzz” Tuchtenhagen se pronunciou nas redes sociais e comentou que foi a “pior experiência de campeonato que já tive na vida” e o brasileiro comentou sobre a mesma sensação que o colega de equipe teve.

“Acho que (sensação) veio para todo mundo que vem do céu ao inferno né, a gente consegue uma vitória expressiva contra um time tier 1 da Europa e, sem tirar os méritos da X10, a gente acaba saindo do campeonato de uma maneira que sabemos que entramos desligados, um pouco abaixo do que treinamos e jogamos aqui na Europa. Foi do céu ao inferno em questão de uma semana, acredito que não foi uma experiência boa para ninguém, essa sensação é mais por causa disso.”

Em relação ao futuro no VALORANT e o que será de 2022 para o atleta, mwzera afirmou que ainda tem contrato com a Gamelanders e que não parou para pensar sobre o futuro.

A Envy perdeu por 2 a 0 contra a Acend. A coletiva que foi pós-jogo, o norte-americano yay falou sobre o que os treinos do Masters Berlin e VALORANT Champions tiveram em comum.

“Nós sempre aprendemos algo, acho que a última coisa foi que a Skye era uma parte crucial e que precisávamos em vários mapas. Quando viemos para cá, eles nos mostraram que KAY/0 era muito poderoso em alguns mapas, até mais forte do que a Skye, especialmente com os buffs recentes.”

A Envy enfrentará a X10CRIT, que bateu a Vivo Keyd. Contudo, o atleta deu a opinião sobre os brasileiros. “A Vivo Keyd está impressionante com a adição de mwzera, mesmo em Berlim eles foram impressionantes, eles foram um dos times que me obrigaram a elevar meu jogo. Durante o jogo eu tive que fazer mais coisas, tive que ser mais criativo, tinha que estar perfeito, foi um time que nos obrigou a jogar bem.”

Colin Young-Wolff/Riot Games

Pela Acend, o jogador kiles conversou com os jornalistas. O russo afirmou que a equipe ficou um pouco afetada com as mensagens ofensivas que receberam após a polêmica do jogo da Acend contra a Vivo Keyd.

“Afetou um pouco, antes e depois do jogo nós conseguimos nos mantermos fortes e tentamos não pensar muito igual as outras pessoas fazem, tínhamos o “mental coach” conosco, ele fala quase todos os dias com a gente e ajuda o time a não pensar em coisas assim.”

No total, os quatro times do EMEA se classificaram para os playoffs e caso vençam, as semifinais só terá times de uma região. Perguntado sobre a possibilidade, kiles afirmou que é mais do que possível. “Acho que está muito claro que o EMEA está acima das outras regiões, então acho que é bem provável que possa acontecer, eu acredito.”

O russo comentou que é bem mais fácil enfrentar times do EMEA em torneios porque eles estão sempre treinando uns contra os outros. “Pelo menos para nós é mais fácil porque sempre estamos treinando contra eles e todas as vezes estamos vencendo eles ou quase todas as vezes. Obviamente é mais fácil do que as outras regiões, porque eles jogam um VALORANT muito diferente e você precisa se adaptar muito rápido ao jogo deles.”

Lance Skundrich/Riot Games

Representando a X10CRIT na coletiva, o jogador Itthirit “foxz” Ngamsaard falou como se sentiu após vencer a Vivo Keyd pelo Grupo A na partida de vida ou morte. “Eu me sinto muito bem com a vitória, ela tira toda a pressão do time. Vivo Keyd é um time forte, mas talvez hoje eles não estavam no dia deles”.

O jogador falou sobre o bug da câmera ilegal usada pela VK contra a Acend. “É uma regra que já havia sido criada, então se uma regra é quebrá-la tem que encarar as consequências, mas eu em simpatizo com os dois times e espero que isso seja consertado o mais rápido possível.”

O tailandês falou sobre a escolha de usar Jett no mapa da Icebox. “Nós treinamos muito para nos acharmos nas estratégias para essa partida e acho que nossa estratégia é ser super agressivos.”

Michal Konkol/Riot Games

A equipe que perdeu por 2 a 0 na estreia contra a Team Envy, terá uma revanche para descobrir qual dos dois times irá passar para a próxima fase. Após a derrota para os norte-americanos, foxz comentou o que a equipe fez. “Nós demos prioridade nosso horário de dormir para conseguirmos um bom descanso, mas também porque somos os azarões nós não temos nenhuma pressão e foi por isso que conseguimos jogar tão bem.”

Para saber mais detalhes sobre os jogos e horários, acesse a aba de “campeonatos” do VALORANT Zone. Os playoffs começarão dia 8 de dezembro e a grande final será dia 12.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club

Veja mais

Anúncio