Siga-nos

Especial

“Só desejo que continuem observando a gente e outros times de nossa região”, diz Crws da X10 após eliminação

Equipe perdeu para Fnatic de 2 a 0 e foi eliminada do Masters

Após perder para a fnatic de de 2 a 0 no VALORANT Masters Reykjavík, Thanamethk “Crws” Mahatthananuyut da X10 Esports participou da coletiva falando do que achou das partidas no evento e também o que a região poderá aprender com essa primeira participação internacional.

Crws começou falando do estilo de jogo das regiões que enfrentou, que gostou bastante de todas, foi uma grande experiência e que trará muito aprendizado para o time.

“É realmente diverso, eu realmente amei a variedade do jogo, gostei como todas as regiões jogam, é novo para nós e é uma ótima experiência para continuarmos treinando quando voltarmos para nossa região. Eu amei todos os estilos, são ótimos e novos.”

Falando um pouco do jogo contra a Fnatic, foi questionado se o estilo rápido da X10 jogar atrapalhou contra um time com um ritmo mais lento. Crws falou que não, pois foi mais a mira dos europeus que estava encaixando melhor.

“Na verdade não, eles apenas tiveram uma mira melhor e eles nos expulsaram antes de fazer qualquer estratégia, para ser honesto, esse foi o ponto. Foi muito difícil para nós fazermos qualquer coisa sobre, principalmente na Icebox, eles realmente destruíram a gente nos primeiros 15 segundos de jogo.”

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Perguntaram também como esse desempenho da X10 afetará a região (Sudeste Asiático) como um todo, se eles conseguiram se provar competitivamente.

“Definitivamente, atualmente esse era nosso objetivo, de chegar aqui e provar que tínhamos como surpreender e esperamos que todos vejam que nossa região tem algo também. E também faz nossa região ficar mais competitiva se a gente jogar bem aqui, era nosso objetivo fazer isso, de jogar bem e fazer o cenário crescer em nossa região.”

Em seguida, Crws respondeu sobre como o Sudeste Asiático pode melhorar no VALORANT, destacando um pouco da falta de profissionalismo de alguns jogadores, mas que ainda existe um certo grupo com grande potencial para ser explorado no jogo.

“Eu acho que eles precisam colocar mais a cabeça dentro do jogo, focar mais no jogo, porque na minha região, eu posso dizer, não existem muitos jogadores profissionais e é por isso que o cenário não é grande lá. Nós não podemos dar tudo, com isso eu digo tempo, e é por isso que eu espero que no futuro eles tenham mais visibilidade no VALORANT pelo mundo todo, pois temos mais players e um bom grupo de jogadores para nos transformar em uma grande região.”

Por fim, Crws falou que o mundo precisa continuar com os olhos voltados para sua região, que hoje foi só um dia que não encaixou e que existem outros times que podem desempenhar muito bem presencialmente.

“É porque nós sempre podemos surpreender, se hoje a gente tivesse acertado mais bala, aí o meu humor estaria da mesma forma, só desejo que continuem observando a gente e outros times de nossa região, pois eles realmente podem fazer o que outros times estão fazendo no palco.”

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club

Veja mais

Anúncio