Siga-nos

Noticias

Sharks e FURIA caem diante da Australs e brigarão por uma vaga nos playoffs do LCQ

Australs passaram pelos dois brasileiros e vão às finais

O primeiro dia não foi para o Brasil. Pelo grupo A do VALORANT Last Chance Qualifier, Sharks Esports e FURIA Esports sucumbiram diante da Australs. Com isso, foram os chilenos que garantiram vaga na semifinal da competição.

A Sharks começou bem, vencendo a LAZER por 2 a 0 e garantindo vaga na final dos vencedores. Em seguida, a FURIA caiu para a Australs por 2 a 1. Na decisão dos vencedores, o time latino foi superior e fechou a série em 2 a 1.

A FURIA volta a jogar na quarta-feira (13) para sobreviver no torneio e a Sharks volta na quinta-feira (14) tentando a classificação.

Sharks não toma conhecimento e atropela Lazer

O primeiro confronto entre brasileiros e latinos terminou amplamente favorável para o Brasil. A Sharks Esports atropelou a LAZER por 2 a 0. Já no mapa de escolha do adversário, os tubarões mostraram sua superioridade. Na Ascent, os brasileiros abriram 10 a 2 na primeira metade jogando na defesa. Com a larga vantagem, ganhou confiança e fechou a partida em 13 a 2.

O segundo mapa foi Haven. Novamente, os BRs dominaram o lado defensor, chegando a abrir 8 a 0. O time latino chegou a tentar uma recuperação, mas o primeiro tempo terminou de novo em 10 a 2. Na segunda metade, a Sharks chegou a perder três rodadas, mas fechou o jogo em 13 a 5. Com a vitória eles garantiram um lugar na partida decisiva do grupo A.

FURIA sofre com Australs

Ao contrário da Sharks, a FURIA Esports não conseguiu encaixar seu jogo contra a Australs. Os chilenos mostraram uma estratégia sólida e fecharam a série por 2 a 1. Jogando em seu mapa de escolha, Split, a Australs soube dominar o lado atacante. Com jogadas rápidas chegou a abrir 9 a 1. Ao final, o first half terminou em 9 a 3. Indo para o lado atacante, a FURIA chegou a encaixar alguns rounds, mas o adversário fechou em 13 a 8.

A resposta brasileira aconteceu na Haven. Apesar de ter sofrido no lado atacante, saindo perdendo por 8 a 4. A pantera também mostrou sua força atacando e conseguiu uma grande virada, vencendo por 13 a 10. Com isso, a partida foi para a Ascent.

O último mapa foi completamente equilibrado. Pela terceira vez começando pela defesa, a FURIA não deixou o adversário abrir grande diferença no placar, assim levou um 7 a 5 para a segunda metade. Com a derrota no pistol e primeiro round armado, os brasileiros viram a Australs se aproximar da vitória. Apesar de tentar uma recuperação, não conseguiram e os chilenos fecharam o mapa em 13 a 9.

Australs supera Sharks e vai a semifinal do LCQ

Uma partida extremamente equilibrada entre Australs e Sharks levou a equipe brasileira a semifinal do LCQ. No primeiro mapa Split, uma troca de rounds insana. Começando na defesa, os tubarões não se intimidaram e conseguiram várias rodadas importantes, conseguindo a first kill e garantindo informações em avanços. Ao final, 7 a 5 favorável.

Na segunda metade, chegaram a fazer 11 a 7, se aproximando da vitória. Entretanto, o adversário encaixou a defesa e virou o jogo, tendo o map point. A Sharks superou as adversidades e levou o confronto para a prorrogação. Vencendo na defesa e ficando a um ponto da vitória, a partida foi paralisada por problemas técnicos. Após mais de 20 minutos, o jogo reiniciou e a Sharks fechou o mapa em 14 a 12.

O segundo mapa da partida foi Ascent, escolha brasileira. Eles conseguiram encaixar bem a defesa e abrir uma pequena vantagem na primeira metade em 7 a 5. Entretanto, a defesa da Australs foi ainda melhor e conseguiu empatar a série com 13 a 11.

Com isso, a partida foi decidida na Icebox. Novamente com bastante equilíbrio, a primeira metade terminou empatada por 6 a 6. No lado defensor, a Sharks conseguiu vencer o pistol round e abriu uma pequena diferença. A Australs chegou novamente ao empate em 9 a 9. Certo momento, os brasileiros fizeram 11 a 9. Depois dos chilenos empatarem novamente a partida, a Sharks conseguiu o único match point do tempo regular. Porém, a Australs conseguiu buscar o empate e levar o jogo para mais um overtime.

Na prorrogação, os latinos souberam controlar o adversário e fecharam o jogo em 14 a 12.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club

Veja mais

Anúncio