Siga-nos

Especial

Sacy afirma: “Estou ansioso para ver brasileiros jogando contra os americanos e europeus”

Estrela da RED Canids disse ainda que pepa foi fundamental para formação do time. Veja a entrevista

Divulgação/Riot Games

Sacy afirma: “Estou ansioso para ver brasileiros jogando contra os americanos e europeus”

Gustavo “Sacy” Rossi em pouco tempo se tornou um dos principais nomes do VALORANT brasileiro. Por isso, apareceu na lista de melhores jogadores do Ato II. E em entrevista ao VALORANT Zone, o ex-profissional de League of Legends revelou temer que o cenário nacional do FPS viva o mesmo problema do que o do MOBA: ir mal internacionalmente.

Gamelanders é a melhor equipe de VALORANT do Brasil?
Destaques positivos e negativos do Gamers Club Ultimate 2

A galera sempre fala que o Brasil é muito bom em FPS. Podemos ficar para trás, mas ao mesmo tempo não. Confesso que o meu medo é acontecer o que acontece com o cenário de LoL no Brasil“, afimou Sacy.

Por conta disso, completou o jogador, “estou ansioso para ver um time brasileiro jogando contra americanos e europeus para saber em que nível estamos“.

Por outro lado, o cenário competitivo mundialmente tem se desenvolvido muito rápido. Para o jogador esse crescimento tem um nome: Riot Games.

O VALORANT tem mostrado uma rápida evolução pelo simples fato do jogo ser comandado pela Riot. As organizações não sentem tanto medo de investir. Sabem que a empresa do jogo vai fazer de tudo para o cenário competitivo explodir. É o que anda acontecendo nos dias de hoje“, opinou.

Sacy disse ainda que “não imaginava que fosse tão rápido no sentido de visualização, números. Lá fora continua sendo maior por conta dos investimentos, mas aqui no Brasil estamos no caminho certo para deixar esse jogo gigante“.

Por conhecer tão bem a Riot pelo tempo que competiu no League of Legends, Sacy se mostrou confiante quanto o trabalho da desenvolvedora com o VALORANT: “Acredito que a Riot tem total noção do que estão fazendo sobre o planejamento deles também. O sucesso que eles tiveram no League of Legends vai acabar refletindo no VALORANT”.

RED CANIDS

Durante a apresentação da RED Canids, Sacy revelou que assumiu o papel de in-game leader. Apesar da pouca experiência no FPS, o fator primordial é sua figura de liderança.

Acredito que aprendi muito vendo alguns jogadores como brTT, Tockers e Revolta. A maneira que eles lideravam o time, deixando o pessoal mais calmo e também passando confiança dentro e fora do jogo“, explicou seu conceito.

Contudo, sendo sicero, Sacy disse que “minha maior dificuldade está sendo alguns conceitos dentro de jogo que não tenho conhecimento. Quem anda me ajudando bastante nisso é o PEPA, que já tem uma experiencia a mais no FPS. Porém acredito que estou numa evolução boa em relação a isso“.

Matheus “PEPA” Coletto é a peça chave da RED Canids, de acordo com Sacy, por ter sido responsável pela montagem do time.

PEPA foi atrás de um cara que jogava de Jett com Operator, achou o Pollo. Precisávamos de um Cypher/Killjoy e, com sorte achamos, o Prozin. Masu é o nosso menino prodígio por ter uma facilidade muito boa em se adaptar com outros agentes. E essas escolhas de jogadores vieram do PEPA“, revelou.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Especial