Siga-nos

Noticias

Riot aplica banimento de três anos em jogadores que manipularam resultados no Ignition Series

Jogadores da Resurgence apostaram contra a própria equipe durante a Ignition Series

Divulgação / RSG

Riot aplica banimento de três anos em jogadores que manipularam resultados no Ignition Series

A Riot Games mostrou mais uma vez ter zero tolerância para times e organizações que quebram as regras. Nesta quarta-feira (16), a desenvolvedora comunicou a suspensão dos jogadores da Resurgence, time da Singapura. Segundo a nota, os atletas teriam manipulado uma partida válida pelo VALORANT Ignition Series para perderem e teriam apostado no resultado da própria equipe.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Entenda o caso

A Resurgence perdeu o jogo de 2 a 0 para a BlackBird Ignus, pela Epulze Royal SEA Cup, válido pela Ignition Series do Sudeste asiático, no dia 22 de setembro. As primeiras acusações vieram apenas em abril desse ano, quando um jogador de VALORANT conhecido como “calel”, mostrou prints de conversas com Malcom “Germsg” Chung, da Resurgence, de uma manipulação de resultados.

Depois de tomar conhecimento das acusações, a Riot Games fez uma investigação interna, com a qual descobriu que Germsg e Ryan “Dreamycsgo” Tan coordenaram uma aposta contra a própria equipe, Resurgence.

Segundo a Riot, Germsg iniciou o esquema e Dreamycsgo forneceu o dinheiro. Germsg teria informado o resto do elenco sobre sua aposta. A Riot descobriu os outros jogadores da Resurgence não queriam jogar a partida, mas propositalmente ocultaram as violações dos oficiais do VALORANT Esports porque estavam preocupados com as penalidades.

Em comunicado oficial, a desenvolvedora puniu os jogadores Germsg e Ryan “Dreamycsgo” Tan por violarem as regras da competição por manipulação de resultados e apostas. Os dois jogadores foram banidos do VALORANT Champions Tour (VCT) por 36 meses (3 anos). A data original da suspensão foi no dia 22 de abril, então os jogadores estarão elegíveis para retornarem ao competitivo do Valorant em abril de 2024.

Regras e punições

Os jogadores Dreamycsgo e Germsg violaram as regras 7.2.1 de manipulação de resultados e 7.2.4 de apostas da política global do Valorant. Os outros jogadores do time que não participaram, mas sabiam das irregularidades e não comunicaram aos oficiais da competição também foram punidos. Justin “Boplek” Wong Chong Cheng e Sengdala “Jabtheboy” Jamnalong foram suspensos do VCT por um ano. No caso do Du Min “Mortdecai” Yeo e Benedict “Benaf” Tan levaram uma suspensão de apenas seis meses.

Ambas as penalidades foram consideradas na data inicial de 22 de abril, ou seja, Mortdecai e Benaf poderão voltar ao competitivo em outubro desse ano. No caso do Boplek e Jabtheboy, eles estarão livres para voltarem apenas em abril de 2022.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias