Siga-nos

Especial

“Logo poderemos estar no topo do mundo”, avisa solo após grande campanha da NUTURN na Islândia

Formação sul-coreana surpreendeu com a terceira posição no Masters

Colin Young-Wolff/Riot Games

“Logo poderemos estar no topo do mundo”, avisa solo após grande campanha da NUTURN na Islândia

Alegria de uns, tristeza de outros, a NUTURN Gaming provou no VALORANT Masters da Islândia que as equipes da Coreia do Sul são mais do que capazes de brigarem pelo topo do cenário mundial da modalidade. Chegando de mansinho, o time do veterano Kang “solo” Keun-chul buscou uma surpreendente terceira posição, atraindo olhares dos quatro cantos do planeta.

Apesar da queda ante à grande final, a formação sul-coreana mostrou-se bastante satisfeita com o maiúsculo resultado durante sua entrevista coletiva, concedida no último sábado (29), após a eliminação diante da europeia fnatic, que acabaria ficando com o vice-campeonato.

Como o grande capitão que é, Kang “solo” Keun-chul foi quem deu início à coletiva, após ser questionado sobre sua influência para o cenário de esports sul-coreano, tendo sido um dos pilares para os êxitos de seu país no Counter-Strike 1.6 e agora no FPS da Riot Games:

Como você disse, eu já estive no entre os melhores do mundo no Counter-Strike, e isso é algo que sempre me orgulhei. Mesmo que não tenhamos desempenhado o nosso melhor nesse campeonato, logo poderemos estar no topo do mundo“, apontou o veterano, que aos 33 anos vai ponderando sua aposentadoria.

NUTURN recolocou a Coreia do Sul no mapa do FPS | Foto: Colin Young-Wolff/Riot Games

Questionado sobre as equipes que mais lhe trouxeram problemas ao longo da disputa do VALORANT Masters, solo colocou na conta da América do Norte as grandes complicações encaradas por suas tropas:

Tivemos nossas maiores dificuldades quando estávamos enfrentando as equipes norte-americanas, não é que elas tivessem táticas ou estratégias incríveis, nós só não conseguimos lidar da melhor forma possível com as mecânicas individuais deles, o que foi bem frustrante para nós“, afirmou.

O capitão ainda destacou o fato da maioria de seus companheiros viver sua primeira grande experiência internacional: “Os jogadores mais jovens do nosso time com certeza são alguns dos melhores da Coréia do Sul, mecanicamente falando. Creio que por ser o primeiro campeonato internacional deles, eles estavam um pouco nervosos e não conseguiram apresentar seu melhor jogo“, ressaltou.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Esse não será nosso último torneio a nível internacional. No futuro, eles vão ficar cada vez melhores“, apostou. O jovem Kim “Lakia” Jong-min foi outro enalteceu o resultado da inexperiente line-up:

Foi ruim não termos ganhado o campeonato, mas o terceiro lugar não é ruim para o nosso primeiro grande torneio de VALORANT, para o Suggest e o allow, foi o primeiro presencial internacional deles. Acho que é uma grande experiência para eles melhorarem no futuro“, disse.

Por fim, solo ainda examinou o desempenho de sua equipe contra suas grandes adversárias, anunciando que ele e seus companheiros deverão ser observados de perto no VALORANT Masters de Berlim:

Se você ver os placares dos nossos jogos com a Sentinels e a fnatic, perdemos por dois a zero e dois a um. No entanto, se você olhar round por round, creio que não ficamos muito atrás deles“, analisou. “Você deve ficar de olho em nós em Berlim, definitivamente vamos nos sair bem”, pontuou.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Especial