Siga-nos




Noticias

heat é eleito o MVP da fase final do VCB 3

Veja quais foram os destaques do campeonato

A fase final da terceira etapa do VALORANT Challengers Brasil (VCB) terminou neste domingo (22), com Vivo Keyd soltando o grito de campeão após vitória sobre Havan Liberty. Ambas as equipes vão representar o Brasil no VALORANT Masters de Berlim, no próximo mês.

Se tem um jogador que, atualmente, vem chamando a atenção da comunidade brasileira pelas boas apresentações individuais, este é Olavo “heat” Marcelo, que, sem sombra de dúvidas, foi um dos responsáveis pela vitoriosa campanha do time. De Jett, o atleta não teve pena dos adversários até mesmo quando a equipe perdeu, se destacando durante toda a competição. E por conta disso, o jogador foi eleito pelo VALORANT Zone como o Jogador Mais Valioso (MVP) do campeonato pelo impacto que causou, brilhado na grande final e ter acumulado alguns dos maiores números gerais.

heat terminou a competição com 264 de ACS, o segundo maior do torneio, o maior KD 1.48, enquanto o KD ficou em 1.67 por conta das 326 eliminações, 221 mortes e 45 assistências. A média de dano foi de 170, enquanto a média de kill ficou em 1 – ambas as maiores. Sem conta a média de primeiras eliminações, 0.19, também a maior da competição.

Por ter sido eleito o MVP pelo VALORANT Zone, heat receberá uma medalha especial. Além do jogador mais valioso da competição, o VZone elegeu seis EVps, jogadores que também se destacaram de forma excepcional e estavam na briga pelo MVP.

EVP – Gabriel “shion” Vilela

A Havan Liberty fez uma campanha surpreende e um dos líderes do time nesta etapa do VCB foi shion, tanto em apresentações, quanto em números, sendo aquele que teve as maiores estatísticas no time.

shion conseguiu 229.9 de ACS, 1.26 de KD e 1.83 de KDA por conta das 170 eliminações, 135 mortes e 78 assistências. A média de dano do jogador foi de 138.4, enquanto a de eliminações foi de 0;79. Destaque também para a média de assistência, que ficou em 0.36, uma das maiores do campeonato.

EVP – Gustavo “sacy” Rossi

MVP da segunda etapa, sacy também se destacou na terceira, sendo o integrante da Team Vikings com maiores números absolutos, possuindo alguma das maiores estatísticas do torneio, como a pontuação média de combate (ACS), que ficou em 269.5.

sacy terminou o torneio com 208 eliminações, 157 mortes e 69 assistências, conseguindo assim um KD de 1.32 e KDA de 1.76 de KDA. A média de dano do atleta ficou em 169.6, enquanto a de eliminação ficou em 0.93. O jogador ainda obteve uma das maiores médias de primeiras eliminações, com 0.17 e total de 396

EVP – Alexandre “xand” Zizi

A FURIA bateu na trave nesta etapa do VCB e um dos destaque da equipe foi xand, variando boas exibições de Skye ou Jett. O atleta conseguiu ótimos números gerais.

O ACS de xand foi de 247.7, o terceiro maior do torneio, enquanto o KD ficou em 1.14 e o KDA em 1.36 após 174 eliminações, 152 mortes e 34 assistências. Mas estes não foram os únicos bons números. Também teve a média de dano em 158.5 – a terceira maior – e média de kill, que ficou em 0.85 – a terceira maior. O jogador também teve uma boa média de primeiras eliminações, com 0.18 e total de 36.

EVP – Felipe “liazzi” Galiazzi

Outro grande destaque da Havan Liberty nesta competição foi liazzi, que com certeza já é um dos principais duelistas do país. A maior estatística do jogador na competição foi a taxa de clutches vencidos, que foi de 37% – segunda maior do torneio.

liazzi conseguiu, ao todo, pontuação média de combate de 231,3, eliminando 168 adversários, morrendo 144 vezes e possuindo 44 assistências. Por conta disso, o KD foi de 1.17, enquanto o KDA foi de 1.47. É válido citar também a média de dano 143.1 e a de kill em 0.79.

EVP – Bryan “pANcada” Luna

Stars Horizon foi a equipe que mais cresceu no cenário brasileiro nos últimos meses e muito disso se deve as boas apresentações de pAncada, que foi o destaque do time nesta etapa do VCB.

Um dos principais Controladores do país, pAncada terminou a competição com 224.7 de ACS, ficou com KD de 1.09 e KDA de 1.59 por conta das 126 eliminações, 116 mortes e 59 assistências. A média de dano do jogador foi de 142.9, enquanto a de a de kill foi de 0.76. Destaque ainda para a me´dia de assistência, que ficou em 0.36

EVP – Lucas “ntk” Martins

Mais um integrante da Vivo Keyd que se destacou na competição pela Vivo Keyd foi ntk, deverás importante para o time não só com o já conhecido Sova, mas também de Sage. Assim, o jogador terminou a competição com 217.3 de ACS.

ntk conseguiu, no total, 227 eliminações, morreu 210 vezes e obteve 128 assistências, ficando assim com KD de 1.08 e KDA de 1.69. A média de dano foi de 141.9 e a de eliminações ficou em 0.69. Vale mencionar também a média de assistências, uma das maiores do torneio, que foi de 0.39.

Anúncio

Veja mais