Siga-nos

Noticias

Fundador da FURIA brinca que filha “enche o saco” para organização ter time feminino

Empresário e jogador de pôquer revela planos da organização para 2022

Na última semana, um dos fundadores da FURIA, André Akkari, participou do Pog Cast, apresentado por Guilherme “tixinha” Cheida e Gustavo “melão” Ruzza. Lá, além de contar um pouco da própria história e da organização, revelou que a filha fica questionando quando os Panteras vão investir no cenário feminino de VALORANT.

O empresário e jogador de pôquer também foi perguntado se a FURIA pretende ingressar no cenário feminino de VALORANT. Em tom descontraído, Akkari disse que “minha filha me enche o saco todo dia pra eu entrar no cenário feminino de VALORANT”. Entretanto, ele também afirmou que pouco conhece da cena. “Eu não conheço nada do cenário, não sei falar o nome de cinco jogadores além dos cinco do meu time”, completou.

Apesar disso, Akkari revelou que a FURIA já se programa para o próximo ano e que “em 2022 vai ter novidade sim. Vão ter novas lines, novos projetos grandes de conteúdo, estamos debatendo muitos projetos de blockchain também“.

Vale lembrar que a FURIA está no cenário de VALORANT desde janeiro, quando fechou a contratação da sua line-up masculina. Além disso, o time brasileiro também está na disputa do VALORANT Champions, campeonato mundial que começa na próxima semana e que você pode acompanhar a cobertura completa pelo VALORANT Zone.



Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club

Veja mais

Anúncio