Siga-nos

Noticias

Franquias no VALORANT: Custo com salário será de R$ 1 milhão por ano

Organizações brasileiras terão que se mudar para a América do Norte

A cada dia que passa, mais detalhes sobre o sistema de franquias no VALORANT vem à tona. O VALORANT Zone apurou que a Riot Games está solicitando para as organizações um salário de US$ 50 mil (cerca de R$ 236 mil na cotação atual) por jogador anualmente.

A informação surge após o Dot Esports divulgar que a intenção da desenvolvedora é ter de oito a dez times na Liga Americana. Esta, contempla Brasil, América Latina e América do Norte. E só através desta liga que as equipes disputarão torneios globais, como o Masters e o Champions.

É importante ressaltar que o valor de US$ 50 mil seriam apenas para os atletas, totalizando US$ 250 mil. A organização ainda terá que arcar com os custos do restante da staff, gaming office, entre outros. Para as equipes brasileiras o gasto seria ainda maior, visto que terão que se mudar para a América do Norte.

O Dexerto ainda informou que a bolsa que a Riot ofereceu é de US$ 100 mil, o que gerou descontentamento dos participantes. Alguns afirmaram que o custo para manter uma equipe seria mais de US$ 1 milhão.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: Twitter, Facebooke Instagram.

Vale lembrar que no início do mês, o VALORANT Zone informou que a Riot procurou grandes organizações do cenário brasileiro para falar sobre as franquias. Grande parte presente no Challengers Brasil e no Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL).

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club

Veja mais

Anúncio