Siga-nos




Noticias

Ex-Orgless, yay fala que VALORANT está tirando organizações do CS:GO

Jogador revelou que equipe perdeu várias ofertas que havia recebido

Por mais que ainda esteja em fase beta, VALORANT já está chamando a atenção de grandes organizações de esports. Algumas já investiram em elencos, como fizeram T1, Cloud9 e Ninjas in Pyjamas. Número este que pode aumentar. Isso porque, de acordo com Jaccob “yay” Whiteaker, muitos clubes estão deixando o Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) para focarem no FPS da Riot Games.

O jogador que vinha representando a Orgless no título da Valve fez a afirmação durante uma stream jogando VALORANT. “Todas as ofertas que tínhamos em mãos foram desfeitas por conta do lançamento de VALORANT. Muitas organizações estão saindo do Counter-Strike“, disse.

De acordo com o jogador, encontrar um clube profissional está difícil mesmo com toda a reestruturação das organizações e do cenário: “Estou em uma situação bem estranho. Preciso dar um passo para trás e crescer novamente, mas mesmo com toda estrutura fornecida por Flashpoint e EPL, continua muito difícil. Está estranho para os jogadores semiprofissionais“.

Junto à Orgless, yay disputou a temporada inaugural da Flashpoint, competição na qual terminou em 6º lugar. A equipe chegou a se classificar para a divisão norte-americana do Road to Rio, uma das seletivas para o Major de Counter-Strike que está previsto para ser disputado no Brasil em novembro desse ano. Contudo, o time desistiu porque se desfez.

Desde 7 de abril, América do Norte, Comunidade dos Estados Independentes (CEI), Europa e Turquia são as regiões que já estão participando da fase beta. No Brasil, o jogo chegará para ser testado em 5 de maio.

Anúncio

Veja mais