Siga-nos

Especial

“Continuaremos com os pés no chão e treinando para nos mantermos no topo”, afirma Naxy

Em entrevista, Naxy comenta crescente da equipe no circuito Game Changers e a disputa pelo Top 1 do cenário contra INTZ

Arte por VALORANT Zone

“Continuaremos com os pés no chão e treinando para nos mantermos no topo”, afirma Naxy

A Gamelanders Purple está em uma boa crescente em 2021 e conseguiu os títulos da Protocolo Gêneses #1 e Sakuras Ascent, dois torneios ligados ao Game Changers já que o primeiro faz parte do circuito oficial e o outro do programa promovido pela Riot Games. Para falar mais do momento atual da equipe, o VALORANT Zone conversou com a jogadora Ana “Naxy” Beatriz.

A Gamelanders foi responsável por tirar a sequência de vitórias da INTZ Angels nos torneios femininos ao bater as Intrépidas na decisão da primeira seletiva do Protocolo Gêneses. Outra vitória aconteceu na Sakuras Ascent, durante as quartas de final.

“Acabamos de tirar a sequência de vitórias que a INTZ vinha tendom então acredito que isso nos transformou em um time onde as outras equipes, com toda certeza, querem derrotar. Estamos cientes que tive mos bons resultados, mas continuaremos com os pés nós chão e treinando muito para sempre nos mantermos no topo, pois o cenário está cheio de times muito bons que estão sempre inovando.”

O confronto contra a INTZ no Protocolo Gêneses foi pouco após a derrota na decisão do Women’s Community Festival (WCF) e Naxy falou que teve um gostinho de revanche na vitória, porém o mais importante foram os erros mostrados que ajudaram o time a evoluir para os últimos eventos.

“Com toda certeza essa vitória veio com gostinho de revanche. Nossa meta sempre é continuar evoluindo e essa vitória nos provou que estamos no caminho certo. Quando fomos derrotadas pela INTZ na WCF, nos fez perceber vários erros que estávamos cometendo em relação ao coletivo do time. Conseguimos ver claramente esses erros, fomos consertando ao longo do tempo e também intensificamos os treinos. Assim conseguimos trazer esse primeiro lugar no Protocolo Gêneses”, comentou Naxy.

Com uma hegemonia sendo criada por Gamelanders e INTZ, o VALORANT Zone questionou Naxy se ela acha que o confronto já virou um clássico entre os times tendo em vista que ambas as equipes estão sendo dominantes nos eventos em que aparecem.

“Acho que isso virou meio automático a partir do momento que tiramos a invencibilidade da INTZ, mas, como eu já tinha dito, o cenário feminino tem muitos times bons que ainda vão surpreender muito. Os jogos vêm sendo resolvidos nos detalhes, então não acho que exista uma certeza de vitória ou superioridade de algum time.”

Em adicional, Naxy falou de outros times que podem surgir como adversárias para esse Top 2 nos próximos eventos, além de destacar dois times que se separaram, mas tinham grande potencial competitivo.

Times como a Jaguares, Havan Liberty, seirin, Vivo Keyd, 4 duelistas são times extremamente fortes. Não citei a Number Six e principalmente a Team Vikings, que eram times realmente muito bons, porque aparentemente essas duas lines se separaram – o que é bem triste, pois eram bons times. Entre outros times, o cenário ainda é uma caixinha de surpresa”, ressalta Naxy sobre possíveis equipes que podem aparecer no futuro.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Falando mais sobre as partidas, a Gamelanders Purple é um time que mostrou muita calma durante as partidas, em que mesmo na desvantagem conseguem trabalhar muito bem para virar o jogo – como aconteceu na Split contra INTZ pelo Gêneses. Naxy comentou como a preparação do time ocorre, além do potencial de adaptação ao longo da série.

“A gente vem trabalhando bem nosso psicológico ao longo desses campeonatos, principalmente para conseguimos se manter focada em game diante as dificuldades e não deixar o jogo fugir do nosso controle, nos somos um time de leitura e conseguimos se adaptar ao longo dos rounds, tentamos ao máximo impor nosso ritmo no jogo e quando isso não dá certo estamos aprendendo a nos adaptar bem. O jogo contra INTZ foi exemplo claro disso, tentamos um estilo de jogo começamos com uma proposta no game, não deu certo? Beleza, nos adaptamos e conseguimos impor nosso game de outra forma e acabou dando certo.”

Por fim, Naxy falou um pouco sobre a agente Astra, que começou a aparecer cada vez mais no competitivo como uma opção para fazer smokes tanto no ataque quanto na defesa.

A Astra é um boneco bem difícil de jogar contra, as habilidades dela são muito fortes tanto defensivamente quando agressivamente, mas não acho que seja algo impossível, por isso no time reformamos isso vendo VOD, aprendemos e entendemos o que o boneco faz para quando jogarmos contra ou se começarmos a usá-la saberemos exatamente os pontos positivos e negativos da Astra. Quem sabe futuramente a GL Purple apresente uma Astra nos próximos campeonatos não é mesmo?”, conclui

A Gamelanders Purple está na disputa do circuito Game Changers, que terá a 2ª edição do Girl Power entre 15 e 18 de abril e o Protocolo Gêneses #2 entre 22 e 25 de abril.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Especial