"
Siga-nos

Noticias

Em prévia de 2023, Riot fala de ligas internacionais para o VALORANT

Uma delas será composta pro Brasil, América do Norte e América Latina

A atualização 4.08, com os nerfs em Jett e Sova, não foi a única “bomba” que a Riot Games soltou no cenário de VALOLRANT. Nesta quinta-feira (28), a desenvolvedora deu uma prévia do que será o futuro do competitivo para 2023, anunciando a criação de “três novas ligas” internacionais e expansão de competições regionais, bem como o Game Changers.

A empresa representou os planos para 2023 em forma de pirâmide, com a base sendo uma “conexão profunda com a experiência competitiva direto no jogo“, que é mais oportunidades para jogadores chegarem ao cenário profissional por meio do próprio modo competitivo, e o topo “eventos globais que elevam o padrão“.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Entre as novidades que a Riot prepara para 2023 estão “três novas ligas em que as melhores equipes internacionais competirão para serem coroadas campeãs dos eventos e se qualificarem para torneios globais“. Segundo a empresa “ao criar competições regulares em várias regiões, esperamos ver o surgimento de novas rivalidades que ultrapassarão fronteiras regionais. As equipes desse nível serão parceiras de longa data do ecossistema, comprometidas a criar a melhor experiência possível para os fãs“.

Imagem

A Riot disse ainda que as ligas internacionais vão acontecer semanalmente, presencialmente e com público – seguindo recomendações de saúde e segurança. Tais competições vão servir de classificação para o VALORANT Masters e o VALORANT Champions. Além disso, a Riot disse que será uma liga exclusiva para América do Norte, Latina e Brasil, outra para Europa, Rússia, Turquia e o restante do EMEA, e aterceira dedicada a Ásia, com Sudeste asiático, Coreia do Sul, Japão, Sul da Ásia e Oceania.

Sobre a expansão das competições regionais, a Riot afirma que o plano é “incluir uma quantidade maior de jogadores em mais países e regiões” e, segundo a empresa, “a partir dos Challengers, as ligas regionais continuarão proporcionando altos níveis de competição organizada para os melhores jogadores de cada região. Tais ligas também serão minuciosamente integradas ao modo de torneio dentro do jogo”. Além disso, a desenvolvedora prometeu os VRL da Europa para demais regiões.

A munição para essas ligas regionais, aparentemente, será o novo modo competitivo de VALORANT, que “será integrado diretamente” ao ecossistema de esports do FPS “concedendo aos jogadores mais determinados do mundo um desafio que vai além das ranqueadas“.

A Riot prometeu mais detalhes sobre o plano no futuro.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club

Veja mais