Siga-nos

Noticias

Atuações: xand e saadhak levam FURIA e Vikings ao Masters

Confira as últimas notas do VCB 2

Arte/VALORANT Zone

Atuações: xand e saadhak levam FURIA e Vikings ao Masters

O VALORANT Challengers Brasil (VCB) 2 se encerrou neste domingo (21). Após a classificação de Gamelanders e Vorax, foi a vez de FURIA Esports e Team Vikings garantirem vaga no VALORANT Masters.

As vitórias sobre Rise Gaming e SLICK passam muito pelas atuações de Alexandre “xand” Zizi e Matias “Saadhak” Delipetro, respectivamente. Confira as notas:

FURIA Esports vs Rise Gaming

Rise

  • Lucas “glymzera” Glym
    Assim como diante da Gamelanders, glym foi anulado pela FURIA. Quando precisou dele na Icebox acabou não entregando. Nota: 5
  • León “leonzhett” Negrini
    Conseguiu fazer algumas trocas de kills importantes na Icebox. Porém, seu Sova deveria ter aparecido mais na Haven. Nota: 5,5
  • Matheus “Slag” Teixeira
    Apesar da derrota se comportou bem no confronto. Foi o responsável por mais múltiplas eliminações da sua equipe. Nota: 6
  • Tadeu “DML” Alvim
    Foi completamente anulado na série. Faltou muito de sua Reyna na Haven para abrir os spikesites. Nota: 5
  • Gustavo “GuhRVN” Ferreira
    De Brimstone surpreendeu positivamente na Icebox. Na Haven, o Omen não funcionou. Nota: 5,5

FURIA

  • Agustin “Nozwerr” Ibarra
    Montou uma defesa forte na Haven, não deixando a Rise jogar. Segue causando muito impacto e foi peça fundamental para vitória na Icebox. Nota: 8
  • Alexandre “xand” Zizi
    Agora não resta dúvidas do quão bom o xand é de Jett. Foi uma máquina de matar e com confiança ninguém o para. Nota: 9
  • Gabriel “qck” Lima
    Se adaptando a outro estilo de jogo mostrou um bom desempenho de Breach. Nota: 8
  • Khalil “Khalil” Schmidt
    Fez seu papel principalmente na Icebox. Seu agente é importante para estratégias da FURIA. Nota: 7
  • Sergio “Txddy1″ Oliveira
    Txddy segue com atuações regulares, mas importante. Apesar de não entregar eliminações como em outros momentos ajudou com suas habilidades. Nota: 7

SLICK vs Team Vikings

SLICK

  • Lucas “ntk” Martin
    Ficou muito apagado durante a série. Como funciona como um termômetro para a equipe, acabou custando a vitória. Nota: 6
  • Hernan “hastad” Klingler
    O argentino foi lido pela Vikings. Suas jogadas agressivas poderiam garantir uma eliminação, mas diversas vezes deixou o time em desvantagem. Nota: 5
  • Victor “bld” Junqueira
    Muito apagado na Bind, sem conseguir fazer o Cypher ser defensor. Se recuperou Split, mas não foi o suficiente para garantir a recuperação do time. Nota: 5.5
  • André “DiMAS” Dimas
    Até que chamou a responsabilidade de Jett. Avançou com velocidade e garantiu algumas first kill importantes. Nota: 6,5
  • Rafael “mnd” Mendes
    O in-game leader demorou para encontrar alternativas para segurar os avanços da Vikings na Bind. Auxiliou bem na Split. Nota: 5,5

Vikings

  • Matias “Saadhak” Delipetro
    Jogou solto de Cypher. Continua sendo eficiente no entry fragger. Encontrou soluções em momentos de dificuldades do time. Nota: 8,5
  • Gabriel “sutecas” Dias
    Não conseguiu muitas kills como o habitual. Porém, a defesa da Split funcionou muito por conta das habilidades do Omen.  Nota: 7,5
  • Gustavo “Sacy” Rossi
    Inovou trazendo Skye para o confronto na Split. Conseguiu atrasar muito as entradas adversárias, além de conseguir muita informação. Foi responsável por 20 assistências. Nota: 8
  • Gustavo “gtnziN” Moura
    Gtn repetiu a partida regular que tem feito nos últimos jogos. Cedeu muito as primeiras eliminações. Nota: 7
  • Leandro “frz” Gomes
    Uma versatilidade grande para atuar na mesma série de Jett e Sage. Ambas dando a segurança que o time precisava. Nota: 8,5

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias