Siga-nos

Noticias

Atuações: shyz e let se destacam por B4 e Havan; Peixinho brilha mesmo em derrota da Griffos

Confira as notas desse segundo dia de competição

Arte/VALORANT Zone

Atuações: shyz e let se destacam por B4 e Havan; Peixinho brilha mesmo em derrota da Griffos

No segundo dia de Game Changers Series Brasil 1, novamente as favoritas venceram. B4 Angels e Havan Liberty superaram Cruzeiro e Griffos Starfire com facilidade e seguem na chave dos vencedores.

Nas atuações individuais, Luisa “Shyz” Ribeiro abusou de sua Raze na vitória da B4 e Leticia “Let” Dias mostrou uma Sage de qualidade ajudando na vitória da Havan. Além delas, Isabela “Peixinho” Souza mostrou talento de Jett, mesmo na derrota da Griffos.

B4 Angels 2 vs 0 Cruzeiro Esports

B4

  • Celine “celinett” Borges
    Uma atuação consistente tanto de Killjoy, quanto de Viper. No mapa da Ascent praticamente fechou o Spike Site B com suas habilidades. Já de Viper, trabalhou bem no lado ofensivo, principalmente nos pós plant, vencendo até situações de clutch. Nota: 8
  • Taynah “tayhuhu” Faria
    Sova discreto em toda a série. Mesmo deixando o protagonismo para as companheiras, conseguiu muita informação para sua equipe. Quando necessário garantiu alguns abates. Nota: 7
  • Isabeli “isaa” Nacimento
    Sobrou na Ascent de Jett com boas eliminações. Foi discreta na Icebox com a Reyna, cedendo algumas eliminações desnecessárias. Nota: 7,5
  • Luisa “Shyz” Ribeiro
    Muito regular na série atuando de Raze. Muito a vontade para buscar o primeiro contato e conseguindo as eliminações. Com a confiança alta, abriou os Spike Site com sua ultimate. Nota: 8,5
  • Carolina “shidogui” Souza
    Um excelente suporte para a equipe. De Astra abusou dos puxões auxiliando suas companheiras. Já de Sage, foi fundamental para as entradas no Spike Site. Nota: 8

Cruzeiro

  • Nathalia “nathmoonz” Vales
    O Sova da equipe do Cruzeiro muitas vezes trabalhou como lucker no mapa da Ascent, mas não conseguiu auxiliar muito. Na Icebox tentou fazer as trocas no lado defensivo. Nota: 5
  • Leticia “lezinha” Rossi
    Regular de Killjoy em toda a série. Trabalhando muitas vezes no retake na Icebox pouco pode tirar de seu agente. Ofensivamente foi bem. Nota: 5,5
  • Bruna “bubu” De Cesare
    Na Ascent não conseguiu auxiliar a equipe nas aberturas de Spike Site. Já na Icebox foi a melhor do time. Conseguia boas eliminações no Spike Site A e foi bem no lado atacante. Nota: 6
  • Julia “jules” Dominguez
    Na Ascent buscou boas eliminações, mas sempre sofrendo a troca. Já de Sage, auxiliou ofensivamente nos rounds vencidos pelo Cruzeiro. Nota: 5,5
  • Vitória “bizerra” Bezerra
    Foi a melhor do time na série. Conseguiu tirar o máximo de suas agentes, Astra e Viper. Nota: 6

Havan Liberty 2 vs 0 Griffos Starfire

Havan

  • Diana “Mittens” Trevisan
    Mittens teve uma participação boa de suporte na Haven. Mas na Icebox mostrou tudo que é capaz. De Viper atrapalhou muito a Griffos com suas habilidades. Além disso, mostrou boa leitura para conseguir kills e cortar rotações. Nota: 8
  • Isabele “Isa1” Glym
    Tanto de Phoenix, quanto de Jett buscou a trocação confiando muito em sua mira. Conseguiu bons abates em ambos os mapas. Nota: 7,5
  • Leticia “Let” Dias
    De Jett contribuiu com eliminações na Haven. Já na Icebox mostrou boa habilidade com Sage. Criou espaço para seu time e atrasou o adversário. Nota: 8,5
  • Victoria “Blu” Ceniz
    Não precisou entregar muitas kills, pois seu suporte foi o suficiente. A Killjoy atrapalhou demais o adversário. Soube usar bem suas habilidades ofensivamente para conseguir informação. Nota: 7
  • Camila “Sayuri” Obam
    Seu Sova teve uma atuação regular, conseguindo boas informações para seu time. Nota: 6,5

Griffos

  • Luize “Lunna” Cappato
    Fez uma Haven muito apagada, o que atrapalhou a defesa da equipe. Já na Icebox melhorou, com leituras rápidas de jogo. Nota: 5,5
  • Nathane “covinhas” Queiroz
    O Breach foi quase ineficaz na Haven. Já de Sage foi importante para o lado defensivo de sua equipe. Nota: 6,5
  • Isabela “Peixinho” Souza
    A mais constante da equipe em toda a série. Mesmo em situações complicadas tentou resolver na mira. Nota: 7,5
  • Amanda “Mands” Maia
    Seus duelistas conseguiram fazer boas kills. Porém, coletivamente não entregou muito com suas habilidades. Nota: 6
  • Pietra “Pepita” Dario
    Apareceu bem na série. De Killjoy até conseguiu segurar um pouco os ataques da Havan. Já de Omen foi um bom suporte para o restante do time. Nota: 6,5

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias