Siga-nos

Noticias

Atuações: mwzera segue sobrando e Vorax garante vitória com coletivo

Confira as notas dos jogadores

Arte/VALORANT Zone

Atuações: mwzera segue sobrando e Vorax garante vitória com coletivo

Os primeiros classificados para o VALORANT Masters Brasil estão definidos. Sem surpresas, os melhores times brasileiros em 2020, Gamelanders e Vorax venceram seus confrontos e avançaram, além de ganhar uma premiação de R$15 mil.

O destaque individual do dia ficou para Leonardo “mwzera” Serrati. O duelista segue imparável e levou sua equipe a classificação.

Confira as notas:

Gamelanders vs Rise Gaming

Rise

  • Lucas “glymzera” Glym
    Seu duelista sofreu em boa parte da partida. Indo para o primeiro confronto, venceu apenas uma vez contra mwzera. Nota: 6
  • León “leonzhett” Negrini
    O argentino proporcionou boas jogadas para sua equipe. De Breach trabalhou até bem na Split e venceu um clutch. Nota: 6,5
  • Matheus “Slag” Teixeira
    Slag foi outro fortemente marcado pela Gamelanders. Mesmo sofrendo caçado pelos adversários conseguiu criar perigo a favor da Rise. Nota: 7
  • Tadeu “DML” Alvim
    Foi completamente anulado na série. Faltou muito de sua Jett na Split. Nota: 5
  • Gustavo “GuhRVN” Ferreira
    O que mais tentou na partida. Além de ter causado mais eliminações na série, conseguiu garantir muitas trocas. Nota: 7,5

Gamelanders

  • Jonathan “JhoW” Glória
    JhoW fez uma partida muita segura. Não precisou eliminar, mas seu Omen garantiu domínio de espaço, principalmente no lado atacante da Split. Nota: 7,5
  • Walney “Jonn” Reis
    Ao lado de mwzera tem a função de matar e isso não tem faltado. Foi absurdo garantindo as first kills. Nota: 8,5
  • Guilherme “Nyang” Coelho
    Sua Sage tem um papel estratégico importante na Icebox. O Breach teve um papel de suporte enorme na Split. Conseguiu impressionante 26 assistências na série. Nota: 7,5
  • Leonardo “mwzera” Serrati
    Mwzera segue imparável. Seu ADR de 205.2 é a prova de uma eliminação e meia por round. Nota: 9
  • Fernando “fznnn” Cerqueira
    Foi muito bem principalmente na Split. Seu Cypher fechou o spikesite com muita facilidade. Nota: 8

SLICK vs Vorax

Vorax

  • Gustavo “krain” Melara
    Seu papel de suporte foi importante principalmente no lado atacante da Split. Fez muitas eliminações e garantiu assistências. Nota: 7,5
  • Matheus “dragonite” Matos
    Importante para garantir segurança no spikesite C da Haven. Conseguiu muita eliminação na Split. Nota: 8
  • Gabriel “v1xen” Martins
    Uma máquina de matar na Haven. Inspirado abriu muito espaço para o time. Cedeu algumas first kills por conta da alta confiança. Nota: 8
  • Leonardo “fzkk” Puertas
    Não fez uma série do seu nível. Mesmo assim foi pra cima e garantiu muitas kills. Nota: 7
  • Hiago “delevingne” Baldi
    Jogou solto de Jett. Ia pra cima dos adversários com a confiança da eliminação. Garantiu sete first kill na série. Nota: 7,5

SLICK

  • Lucas “ntk” Martin
    Tentou criar para SLICK. Não foi o mesmo de outras partidas por conta da forte marcação e leitura dos adversário. Nota: 6
  • Hernan “hastad” Klingler
    O argentino foi lido pela Vorax. Suas jogadas agressivas poderiam garantir uma eliminação, mas diversas vezes deixou o time em desvantagem. Nota: 5,5
  • Victor “bld” Junqueira
    Não foi incisivo como em outros momentos. De Sage não conseguiu parar os adversários. Nota: 5.5
  • André “DiMAS” Dimas
    Seus sentinelas não conseguiram parar a Vorax com habilidades. Porém, na bala ele conseguiu boas eliminações. Nota: 6,5
  • Rafael “mnd” Mendes
    O in-game leader do time não conseguiu mostrar estratégias para superar a defesa da Vorax. Seu Omen até criou bastante espaço nos avanços da Haven. Nota: 6,5

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias