Siga-nos

Noticias

Atuações: fra encabeça incrível virada da Sharks; apesar de derrota, mwzera destrói

Confira as notas das semifinais da competição

Arte/VALORANT Zone

Atuações: fra encabeça incrível virada da Sharks; apesar de derrota, mwzera destrói

O quarto dia de VALORANT Challengers Finals Brasil definiu a primeira final. Sharks Esports e Team Vikings duelam por uma vaga no Masters Reykjavík após grandes vitórias. Ambas mostraram grande desempenho nas vitórias sobre Gamelanders e FURIA Esports.

Matheus “fra” Fragozo comandou os tubarões numa reação incrível contra a Gamelanders. E mesmo assim, Leonardo “mwzera” Serrati não perdeu o ritmo e fez chover eliminações.

Gamelanders 1 vs 2 Sharks Esports

Gamelanders

  • Jonathan “JhoW” Glória
    JhoW seguiu o ritmo da equipe durante a série. Quando o time estava bem, ele ia bem. Apesar de poucas eliminações, sua Skye contribuiu na Ascent. Nota: 6
  • Walney “Jonn” Reis
    O que sobrou nos outros mapas, faltou na Ascent. Cedeu muitas first kill ao adversário e prejudicou o time. Nota: 7,5
  • Guilherme “Nyang” Coelho
    Versátil, foi peça importante para a virada da equipe na Icebox. Fez um bom papel de Astra na Ascent. Nota: 7
  • Leonardo “mwzera” Serrati
    Monstruoso durante toda a série. Buscando o primeiro contato para abrir o Spike Site e fazendo movimentações agressivas para defender. Nota: 9
  • Fernando “fznnn” Cerqueira
    Atuação muito boa do Sova. Conseguiu informação para manter o domínio de espaço e impedir avanços. Além disso, trouxe eliminações importantes. Nota: 8,5

Sharks

  • Wallacy “prozin” Sales
    De duelista ficou devendo mais eliminações. Sofreu com as trocas rápidas da Gamelanders.  Nota: 7
  • Winicius “light” César
    Importante para o time na série. Conseguiu dominar regiões e atrapalhou muito o adversário, principalmente em pós-plant. Nota: 7,5
  • Matheus “fra” Fragozo
    Incrível durante a série. Trabalhou rápido com as habilidades de seus sentinelas e trouxe muitas eliminações. Nota: 9
  • Matheus “DeNaRo” Hipólito
    Excelente suporte na série. Foi importante na virada da Ascent, vencendo o clutch mais importante da partida. Nota: 8
  • Gabriel “gaabxx” Carli
    Sempre tentando buscar o primeiro contato, garantiu boas first kills para sua equipe. Nota: 8

FURIA Esports 0 vs 2 Team Vikings

FURIA

  • Agustin “Nozwerr” Ibarra
    Não foi tão surpreendente como em outras séries. Apagado principalmente na Ascent. Nota: 6
  • Alexandre “xand” Zizi
    Tentando a todo instante buscar a eliminação. Skye com bons momentos na Bind e a Jett rapidamente sofrendo a troca. Nota: 7
  • Gabriel “qck” Lima
    Outro que tentou buscar o confronto. Porém, muitas vezes sofreu com a desvantagem numérica. Nota: 6,5
  • Khalil “Khalil” Schmidt
    Khalil conseguiu trazer boas eliminações durante os avanços do adversário. Mas, também rapidamente era trocado. Nota: 7
  • Sergio “Txddy1″ Oliveira
    Sua Viper ficou devendo na Bind. Já a Killjoy pouco pode contribuir no ataque da Ascent. Nota: 5,5

Vikings

  • Matias “Saadhak” Delipetro
    Criativa sua Viper na Bind. Dominou região e impedia retake. Já na Ascent atuou bem de suporte. Nota: 8
  • Gabriel “sutecas” Dias
    Contribuiu muito com suas habilidades. Quando precisou de sua skill, mostrou que está em dia. Nota: 8
  • Gustavo “Sacy” Rossi
    De pouco em pouco ultrapassa as 30 eliminações. Não errou sua ultimate, fundamental para o time. Nota: 8,5
  • Gustavo “gtnziN” Moura
    A vontade de Raze, ficou solto para buscar as eliminações, principalmente na Ascent. Nota: 8
  • Leandro “frz” Gomes
    Trouxe um Phoenix que incomodou muito a Furia. Suas habilidades impediram a progressão do adversário no mapa, além de garantir boas eliminações. Nota: 8,5

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias