Siga-nos

Noticias

Atuações: bstrdd mostra toda sua skill e Biazik dá aula de Sova no 1º dia de Game Changers Series Brasil 1

Confira as notas desse primeiro dia de competição

Arte/VALORANT Zone

Atuações: bstrdd mostra toda sua skill e Biazik dá aula de Sova no 1º dia de Game Changers Series Brasil 1

Está valendo o Game Changers Series Brasil 1. As principais equipes femininas do Brasil disputam uma premiação de R$35 mil. Neste primeiro dia de torneio as favoritas conseguiram vencer até com certa facilidade. A Gamelanders Purple obteve uma sólida vitória contra a Stars Horizon. Já a Vivo Keyd Athenas superou a Jaguares por 2 a 1, mas com direito a um 13 a 1 no último mapa.

Como destaque individual, Paula “bstrdd” Naguil segue mostrando que é uma das melhores do Brasil e comandou a vitória. E Beatriz “Biazik” Begnossi deu aula de Sova a favor da Vivo Keyd.

Gamelanders Purple 2 vs 0 Stars Horizon

Gamelanders

  • Ana “naxy” Gomes
    Seu papel de suporte, principalmente da defesa foi fundamental para a vitória na série. A Viper incomodou muito o time adversário, impedindo o avanço em vários momentos. Já de Killjoy mostrou versatilidade, atuando bem nos dois Spike Site. Nota: 7,5
  • Paola “drn” Oliveira
    Drn apareceu mais no segundo mapa da partida. De Omen foi peça importante para segurar os avanços da Stats Horizon. Em situação de pós plant apareceu bem com sua paranóia. Nota: 7
  • Natália “nat1” Meneses
    Assim como Naxy, apareceu mais quando foi necessário. Tanto sua Killjoy na Icebox, quanto Split, foi bem para auxiliar sem companheiros. Mostrou uma Skye forte e que atrapalha muito o adversário. Nota: 7,5
  • Paula “bstrdd” Naguil
    A chilena mostra que está muito acima da média. Sua Jett abusou de conseguir eliminação no Spike Site A da Icebox. Com isso rapidamente passou das 20 kills e um ACS de 310. Nota: 8,5
  • Natália “daiki” Vilela
    Muito a vontade de Viper na Split. Atrapalhou demais o adversário com suas habilidades, além de mostrar que a skill está em dia. Nota: 8

Stars Horizon

  • Consuelo “consu” Rivas
    Com controladores na série, consu ficou devendo. Suas habilidades não auxiliariam sempre os avanços da sua equipe no lado atacante. Além disso, precisava vencer mais confrontos. Nota: 4,5
  • Elaine “mindle” Takahashi
    Seus duelistas apareceram até bem na série. Conseguiu boas eliminações, principalmente iniciais. Boa parte dessas kills auxiliaram em rounds convertidos a favor de sua equipe. Nota: 6
  • Luisa “BEAR” Mendonça
    Apagado de Sova no primeiro mapa, mas contribuiu mais de Breach no segundo. Os poucos bons momentos da Stars no mapa aconteceram com auxílio dela. Nota: 5,5
  • Camilly “Moonnnn” Pacheco
    Apesar das poucas eliminações, sua Sage contribuiu com o que precisava. Forneceu cura e parede quando necessário. Nota: 5
  • Yasmin “hannabacon” Goetten
    A melhor da equipe na série. Seus sentinelas incomodaram muito o time adversário. Além disso, mostrou muita skill para conseguir boas eliminações ao longo dos mapas. Nota: 6,5

Vivo Keyd Athenas 2 vs 0 Jaguares Esports

Keyd

  • Daniela “Dani” Tavares
    A Dani foi muito bem de controlador em toda a série. Seu Brimstone funcionou muito bem no lado atacante da Bind. No último mapa de Omen, passeou. Foram múltiplas eliminações e um controle total. Nota: 8
  • Antônia “antG” Garcia
    Muito a vontade com os duelistas. Gostou de arriscar e buscar informação no lado defensor. Isso foi importante durante toda a série. Nota: 7,5
  • Beatriz “Biazik” Begnossi
    Que Sova de qualidade a Biazik apresentou! Abusou de flechas absurdas em todos os mapas. E para completar mostrou uma mira em dia, sendo top fragger da série. Nota: 9
  • Ana “Aninha” Martinho
    Sentinela importante durante a série. Em momentos de dificuldade na Bind foi essencial para reerguer o time. No último mapa só precisou usar bem os utilitários. Nota: 7
  • Larissa “isla” Rodrigues
    Seu duelista foi a peça-chave para fechar o mapa da Bind. Nos mapas seguintes ficou um pouco mais apagado, mas ainda sim buscou suas eliminações. Nota: 7,5

Jaguares

  • Gabriella “gabi” Quintanilha
    A melhor da Jaguares na série. Demorou para entrar na partida, mas quando começou a acertar as eliminações não pararam mais. De Sage cedeu umas kills desnecessárias. Nota: 7
  • Leo “Ori” Damasceno
    Foi bem enquanto esteve de duelista. Foi pra cima na Haven quando precisou e ajudou a vencer o mapa. Ficou devendo de Astra. Nota: 6
  • Tamires “Bagdal” Araujo
    Conseguiu boas eliminações na Haven e sofreu nos demais mapas. Muitas vezes sobrando em situação de clutch dificultou sua atuação. Nota: 6
  • Nayara “nzh” Santos
    Precisava aparecer mais de Omen na Bind, para segurar o ataque adversário. Tentou reverter a difícil situação na Ascent. Nota: 5,5
  • Lara “Larischz” Peon Gilardoni
    A Lari foi bem de Killjoy, principalmente na Haven. Suas habilidades auxiliaram muito as jogadas ofensivas e defensivas da Jaguares. Nota: 6

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Noticias