Siga-nos

Especial

“As correções que temos que fazer são mais psicológicas do que tática ou composição”, comenta Repow da NOORG 2.0

Técnico analisou a derrota para Stars Horizon

Arte por VALORANT Zone

“As correções que temos que fazer são mais psicológicas do que tática ou composição”, comenta Repow da NOORG 2.0

A NOORG 2.0 perdeu para a Stars Horizon pela segunda fase do VALORANT Challengers Brasil 3 (VCB) nesse sábado (24) e o técnico Gabriel “Repow” Murilo da equipe falou sobre a partida na Split, o duelo pela vaga e também como anda a busca por uma organização.

A primeira pergunta foi se a derrota na Split, que é um dos melhores mapas da NOORG 2.0, mexeu um pouco com o ânimo da equipe na série.

“Eu acredito que não, porque a gente soube, quando acabou a Split, que a gente pecou em alguns detalhes mínimos que a gente não estava acostumado a pecar e tratamos como ‘puts, rolou uma entreguinha, mas acontece e bora pro próximo’. Acontece que na Ascent foi o nosso plano de jogo que não encaixou contra a Stars e na Split foi muito pecado mesmo no detalhe, em alguns rounds cruciais que são coisas que a gente não está acostumado a fazer.”

Ajude a Gamers Club no desenvolvimento da comunidade respondendo a nossa pesquisa clicando aqui.

Em seguida Repow falou sobre a preparação para a partida decisiva pela vaga, que será contra a Team Vikings, principalmente após a partida de hoje.

“Para o jogo contra a Vikings amanhã, as correções que temos que fazer é mais psicológica, digamos assim, do que tática ou composição, porque a gente tem uma rotina muito intensa de treinos, a gente acaba muito acostumado com muito treino e ai tem um ou dois jogos no fim de semana que se você dá uma pecada ou uma freada impacta muito. Então, acho que hoje a gente vai tratar como um aquecimento para a VKS amanhã e acho que a gente vai bem preparado, o time da VKS eu acho que, comparado com nosso estilo de jogo, é um time que, não vou falar que vamos vencer pois quem sou eu pra prever alguma coisa, mas acho que a gente vai se dar muito melhor contra a VKS do que contra a Stars Horizon pelo fato de planos de jogo, de como jogam e etc.”

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Por fim, o técnico comentou sobre como andam as buscas por uma organização, já que a equipe está se mantendo em um alto nível, garantindo vaga nas etapas do VCB 3 desde a formação, e são todos jogadores experientes e conhecidos no cenário.

“A gente tem recebido várias propostas sim, inclusive de organizações bem grandes, mas as coisas ainda estão indo bem lentas, nada nem perto de postar aquele ‘novidades em breve’. A gente ainda tá analisando bem, meio lá, meio cá, tá difícil um pouco. Acho que o timing que a gente tá dificulta um pouco, as grandes organizações já tem um time e outras organizações que tão de fora demoram muito para entrar, então tá difícil por enquanto mas com certeza a gente tem fé que logo logo vamos ter essa casa tão merecida.”

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Veja mais

Anúncio

Mais em Especial