Siga-nos

Especial

“A gente tem a prac room, só que não tínhamos os computadores para aquecer”, revela dyx

Treinador comentou sobre os imprevistos do jogo e que time não conseguiu se aquecer antes do confronto

No segundo jogo da noite, foi a vez da estreia da TBK na 2ª etapa do VALORANT Challengers Brasil 2022 (VCB) e foi contra o MIBR. Na coletiva pós-jogo, quem conversou com os jornalistas sobre o embate foram Diego “dyx” Matheus e Leandro “frz” Gomes.

A estreia da TBK foi de tirar o fôlego de todos, a equipe que abriu a MD3 perdendo, conseguiu um comeback salvador na Bind com direito a prorrogação e levou o jogo para a Haven. O time quase conseguiu outro OT, mas o MIBR acabou vencendo por 13 a 11.

No entanto, o jogo teve problemas técnicos e o 3º mapa começou próximo da meia-noite. O treinador da equipe, dyx comentou sobre os imprevistos que aconteceram, o horário e citou que a equipe não conseguiu aquecer a mira antes do jogo.

“Isso é algo que vou conversar depois com a Riot, a gente tem a sala de treino (practice room), só que não tínhamos os computadores para aquecer (pro jogo) e isso prejudicou um pouco. Eu acho que deveriam ver para melhorar isso e sobre o jogo ser tarde, acho que foi porque o jogo foi pegado, teve OT. Acho que esse 2º jogo (da noite) sempre vai ser um pouco complicado, não só pra nossa equipe, mas os outros times também vão sentir essa parada de entrar, não ter muito tempo pra aquecer, de não ter os computadores para já entrar aquecido.”

Apesar dos problemas, a TBK demonstrou um alto desempenho no jogo e uma resiliência para buscar o placar no 2º mapa. Segundo dyx, o time perdeu para eles mesmos, já que sentiram uma agitação depois de conseguirem as vantagens no jogo.

“Acho que perdemos para nós mesmos nesse último mapa, nós tínhamos a vantagem, conseguíamos pegar as primeiras eliminações, mas tínhamos um pouco de afobação que acabava morrendo ou igualando. O resumo da Série foi que no primeiro mapa nós estávamos nos adaptando, o segundo a gente buscou, fomos até o fim e no terceiro a gente perdeu para nós. Foi um grande jogo, foi bem parelho.”

Bruno Alvares/Riot Games

Destaque do MIBR, frz entrou no time há menos de um mês e conseguiu se encaixar na equipe. A chegada de frz marcou o reencontro com Gustavo “gtnziN” Moura, parceria que aconteceu na época da Team Vikings.

“Eu estou me sentindo muito confortável, acho que nunca joguei assim tão confortável como no MIBR porque o gtn é um cara que já joguei antes na VKS, a gente se entende muito bem e os meninos são bem tranquilos, eles escutam tudo o que eu falo, a gente troca ideia juntos, cria as jogadas e sinto que estamos em harmonia. É algo que me deixa confortável pra jogar e estou desempenhando até melhor do que antigamente.”

Não só a TBK que sofreu com o horário, mas o MIBR também isso porque os times precisam chegar no estúdio às 16h, mesmo as equipes que disputarão o 2º jogo da noite. O atleta comentou sobre ter que jogar em um período tarde e que podia ter uma mudança.

“Acho que isso é algo que atrapalha um pouco os jogadores porque a gente fica muito tempo esperando, mas é algo que não tem muito o que fazer pra chegar já na LAN e configurar as coisas, acho que faz parte até. Mas eu acho que se pudesse mudar, talvez a gente vir aqui (estúdio) quando acabasse o primeiro mapa (do 1º jogo) eu acho que seria melhor.”

Bruno Alvares/Riot Games

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do VALORANT? Então, siga o VALORANT Zone nas redes sociais: TwitterFacebook e Instagram.

Gamers Club
Parceira OFICIAL da RIOT GAMES no Brasil e tem como objetivo fomentar o cenário competitivo de VALORANT, com campeonatos e guias para você ter a melhor experiência.
Conheça a Gamers Club
AS MELHORES ODDS
Carregando...
Ocorreu um erro ao carregar as partidas. Por favor, tente novamente.
Nenhuma partida encontrada
18+ Jogue com responsabilidade. Odds sujeitas a alteração

Veja mais

Anúncio